Suprimento global de sucata de prata cai ao menor nível em 26 anos

A oferta global de sucata de prata caiu para o nível mais baixo em 26 anos. A reciclagem mundial de prata em 2017 caiu quase 50% desde seu pico em 2011. De acordo com a Pesquisa Mundial de Prata de 2018, o fornecimento global de sucata de prata caiu para 138 milhões de onças (Moz) comparado a 261 Moz em 2011. Embora o preço de prata mais baixo seja parcialmente responsável pela grande queda na reciclagem de prata, há outras dinâmicas de mercado.

Por exemplo, a reciclagem de prata do setor de fotografia diminuiu desde o pico do consumo em 1999. A indústria da fotografia estava usando 228 Moz de prata em 1999, em comparação com os 44 Moz do ano passado. Assim, o consumo de prata na fotografia diminuiu em 80% em quase duas décadas … e junto com ele, uma grande quantidade de suprimento de prata reciclada.

Além disso, muitos talheres foram reciclados durante o período de alta dos preços (2007-2012). Muitos Millennials que herdaram os talheres de seus pais (e avós) decidiram que era muito mais fácil penhorar isso do que gastar tempo polindo-o para encontros de férias. O que significa que muitos estoques disponíveis de sucata de prata já foram reciclados.

140618a

Como podemos ver no gráfico acima, embora a cotação dos papéis de prata de US$ 17 em 2017 esteja quatro vezes maior do que em 1991 (US$ 3,91), a oferta global de sucata de prata é a menor em 26 anos. Além disso, a oferta mundial de sucata de prata era superior a 200 Moz por ano (2005-2009), quando o preço médio anual era muito menor do que no ano passado.

Agora, de acordo com o Relatório Metal Focus Silver Scrap publicado em 2015, eles previram as seguintes porcentagens de sucata de prata a partir dos vários setores:

Indústria = 60%

Prataria = 16%

Fotográfico = 12%

Joias = 10%

Moeda = 2%

Embora seja sabido que a maior parte da sucata de prata vem da reciclagem de resíduos industriais , devido ao setor industrial ser o maior usuário de prata, a joalheria representa apenas 10%, mas é o segundo maior consumidor. Por exemplo, o World Silver Survey de 2018 relatou que o setor industrial consumiu quase 600 Moz de prata em 2017, enquanto os fabricantes de joias usaram 209 Moz. No entanto, a prataria e os setores fotográficos consumiram apenas 102 Moz, mas representam 28% do suprimento de sucata de prata.

O que isso nos diz é que os donos de joias de prata não estão tão motivados a penhorar seus bens porque simplesmente não há valor monetário suficiente. Assim, uma grande oferta de sucata de prata em potencial provavelmente nunca chegará ao mercado, mesmo a preços muito mais altos, devido ao valor relativamente pequeno das jóias de prata mantidas pelos indivíduos.

Quanto a joias de ouro, ocorre exatamente o oposto. Quase 90% da oferta mundial de sucata de ouro vem de jóias de ouro recicladas. Assim, um aumento significativo no preço do ouro resultaria em maior reciclagem de jóias de ouro, ao passo que um preço de prata mais alto não geraria grande aumento no fornecimento de sucata de jóias de prata. Assim, a cada ano cerca de 200 Moz de prata são usados na fabricação de jóias de prata, mas apenas uma pequena quantidade é reciclada.

Por fim, a sucata de ouro anual representa 28% do total mundial de ouro comparado a apenas 14% do mercado de prata. Mesmo com preços da prata muito mais altos, a reciclagem global de prata não será capaz de fornecer metal suficiente quando a demanda de investimento aumentar à medida que os mercados mais amplos entrarem em colapso.

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s