Como construir um plano de aposentadoria à prova de acidentes

Após vários meses de inflação que continua a acelerar, alguns podem ficar se perguntando: quando a inflação diminuirá?

De fato, Jessica Dickler, da CNBC, relatou que alguns americanos que economizam para a aposentadoria estão sentindo a “mordida” da inflação e podem estar começando a desistir da ideia de afrouxar em breve:

Cerca de 71% dos americanos disseram sentir que seu salário não é capaz de acompanhar a inflação, segundo um relatório da Experian.”

Além disso, 29% dos entrevistados disseram esperar que mal conseguirão pagar as contas este mês e aproximadamente o mesmo número previu que seus gastos provavelmente excederão seu orçamento nos próximos meses.”

” ‘As pessoas estão lutando para descobrir como enfrentar esses desafios”, disse Rod Griffin, diretor sênior da Experian.’É uma grande preocupação.”

E por aqui, o Brasil se preocupa mais com inflação do que a média global, aponta estudo. Segundo a Deloitte, 80% dos brasileiros temem alta dos preços. Outros índices também estão acima aqui no Brasil: 76% da população está preocupada com a conta do cartão de crédito, 33 pontos percentuais acima do registrado na média dos outros países. (fonte)

Agora, se você mal consegue sobreviver, vivendo de salário em salário por um tempo, isso não é necessariamente o fim do mundo. Especialmente se você tiver uma forte vantagem em poupar para a aposentadoria. O objetivo de começar cedo e economizar o máximo que puder é ajudar a enfrentar os tempos econômicos difíceis, como estamos vendo agora.

Se você encontrar suas próprias finanças em desordem em um momento ruim, ficará muito tentado a aproveitar suas economias de aposentadoria para ficar acima da água. E isso faz sentido.

No entanto, não se esqueça, quando a economia está desmoronando, é quando os preços da maioria dos ativos estão mais baixos. Usar a poupança de aposentadoria para pagar as contas por alguns meses pode devastar seu futuro financeiro.

“Certifique-se de ter dinheiro suficiente para não precisar vender seus investimentos para ter dinheiro”, recomenda David Peterson, chefe de planejamento de patrimônio da Fidelity Investments. Peterson recomenda dinheiro porque é, por definição, o investimento menos volátil. A desvantagem do caixa em espécie foi bastante gritante recentemente – uma perda garantida graças à inflação.

Talvez, em vez de manter seu fundo de emergência em dinheiro, você possa considerar investimentos resistentes à inflação?

Por que se preocupar – os retornos do mercado não farão a diferença? Durante décadas, nos disseram para investir em ações se quisermos nos aposentar. Recebemos contas de aposentadoria e um punhado de fundos para escolher. Talvez isso costumava ser suficiente. Mas se você espera que os retornos históricos do mercado façam a diferença para você, a Vanguard tem más notícias:

Retornos históricos não são garantia de retornos futuros. Concentrar-se apenas em retornos históricos pode tornar os investidores excessivamente otimistas em relação ao futuro.

Em outras palavras, todas as projeções indicam que os retornos futuros serão muito piores do que os retornos históricos pelo menos nos próximos dez anos. (fonte)

Então, onde podemos fazer para nos proteger contra essa perspectiva sombria?

Essa rodada de inflação não deve desaparecer tão cedo. Também é bastante provável que outra rodada de inflação crescente aconteça em algum momento no futuro. Se ocorrer uma desaceleração econômica, isso torna qualquer inflação muito pior.

Considere o ouro e prata como refúgio físico para seu fundo de emergência/aposentadoria. Ao contrário da maioria dos outros investimentos, o ouro e a prata tendem a subir de preço quando os céus estão mais escuros. Essa única consideração torna o ouro e prata físicos uma excelente opção para um fundo de emergência.

Mas não diversifique com ouro ou prata físicos na esperança de ganhar dinheiro rápido. Em vez disso, aproveite a segurança e a tranquilidade que você ganhará, porque poderá começar a construir alguma resiliência em seu plano de aposentadoria. (fonte)

E há mais…

Os preços da prata podem brilhar na transição para energia solar

Os preços dos derivativos da prata enfraqueceram nas últimas semanas, caindo de US$ 26 para US$ 23,5 por onça troy, devido à deterioração do sentimento de risco como resultado de preocupações com a demanda chinesa e aumento dos riscos geopolíticos, ao mesmo tempo em que o US$ se valorizou.

No entanto, apesar dessas preocupações de curto prazo, o futuro da prata pode ser brilhante se as nações acelerarem seus investimentos na transição energética, aumentando a demanda por fontes de energia renovável para enfrentar as mudanças climáticas e aliviar as pressões geopolíticas dos produtores de petróleo e gás.

O uso generalizado de prata em energia fotovoltaica para o negócio solar pode ser algo a ser observado no próximo ano. De acordo com o Bank of America, em um relatório recente, “a demanda de prata foi desafiada por um tempo, à medida que a indústria da fotografia se digitalizava. No entanto, os ventos contrários foram diminuindo gradualmente, e o uso de prata em painéis solares deve aumentar ainda mais”.

O relatório destaca ainda que existem várias tecnologias quando se trata de painéis solares e que “os painéis de silício cristalino (c-Si) continuam sendo o pilar com uma participação de mercado de 95%”.

De acordo com Piero Cingari, analista de commodities da Capital.com, “Embora o dólar americano e os rendimentos do Tesouro dos EUA continuem entre os principais impulsionadores dos preços da prata, o metal também começou a incorporar o potencial da indústria solar nos últimos anos. ”

Ele destaca ainda: “Os preços da prata tornaram-se mais intimamente ligados ao NASDAQ OMX Solar Index (GRNSOLAR), que é um subíndice do Green Economy Index que rastreia as empresas envolvidas na geração de energia solar. Como resultado, a tendência de longo prazo da prata pode ser favorável se ela se tornar uma das commodities primárias nas quais o aumento da demanda pela transição energética se refletirá nos próximos anos.”

A prata é considerada um metal crucial para o setor de painéis solares e energias renováveis, devido à sua alta condutividade térmica e elétrica, essencial para a energia fotovoltaica. O Silver Institute espera que a demanda de prata da indústria solar atinja uma alta histórica de 1,1 bilhão de onças este ano, um aumento de 5% em relação ao ano anterior.

Isso se deve em grande parte aos negócios de energia solar decolando, pois os governos enfatizam fortemente o uso de energias renováveis ​​para atingir suas metas climáticas. Isso levou ao anúncio da iniciativa One Sun, One World, On-Grid pelo Reino Unido, EUA, Índia, Austrália e França para uma rede elétrica global que será transfronteiriça e interconectada.

Isso provavelmente impulsionará a demanda por prata em energia renovável em um futuro próximo, com a empresa europeia de metais preciosos Heraeus esperando que essa tendência dure cerca de uma década. Embora a prata seja um dos metais mais caros dos painéis solares – o que pode fazer com que os fabricantes procurem substitutos no curto prazo – as desvantagens de excluí-la dos painéis superam em muito os custos.

O presidente dos EUA, Joe Biden, já revelou que gostaria de instalar aproximadamente 500 milhões de painéis solares na próxima meia década, o que apoiará muito ainda mais os preços da prata. O Goldman Sachs (GS) estimou que a instalação de painéis solares aumentará cerca de 50% entre 2019 e 2023, com a maior parte da demanda da indústria solar vindo da China.

Com a prata tendo um desempenho decepcionante nos últimos pregões, os investidores esperam uma alta em breve e estão preocupados com quanto tempo os preços podem continuar sendo moderados.

De acordo com David Jones, estrategista-chefe de mercado da Capital.com, um forte nível de resistência para a prata também poderia ser de US$ 28 por onça troy, cujo cruzamento resultaria em uma atualização mais otimista do metal. No entanto, atualmente, a prata está bem distante desse nível, em cerca de US$ 23 por onça troy.

Embora no início do conflito russo, a prata tenha visto alguns repiques, e o sentimento mudou mais para o lado negativo ultimamente. O Silver Institute destaca ainda sua opinião de que “uma vez que esse suporte diminuir, os macro drivers tradicionais da prata mais uma vez ocuparão o centro do palco”. (fonte)

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s