Papel x Metal: a incrível alavancagem no mercado de prata

Enquanto muitos investidores de metais preciosos percebem a enorme alavancagem na negociação de papel ocorrendo no mercado de ouro, eles também devem ver o que está acontecendo no mercado de prata. Surpreendentes US$ 9,8 trilhões de papel tiveram lugar nas bolsas do mundo em 2016 versus US$ 42 bilhões em investimento real em ouro físico. Isso significa uma razão de ouro : papel físico de 233 para 1.

No entanto, a alavancagem de negociação de papel no mercado de prata é ainda muito maior do que isso.

Mas, antes de entrar em detalhes sobre a alavancagem no mercado de prata, vamos dar uma olhada na quantidade de investimento em prata física versus compras de ativos dos Bancos Centrais. De acordo com os dados do recém-lançado 2017 World Silver Survey, o investimento total global em prata física em 2016 chegou a US$ 4,4 bilhões.

Mesmo quando o preço da prata chegou a um máximo de US$ 49 em 2011, o investimento total em prata global foi de apenas US$ 6,6 bilhões. Olhando para o mercado nos últimos seis anos, o total de US$ 32 bilhões de investimento em prata de 2011 a 2016 não é nada quando comparamos com o quantia impressionante de compras de ativos dos Bancos Centrais. Os bancos centrais compraram um recorde de US$ 1 trilhão em ativos (papéis) só nos primeiros 4 meses de 2017, somando US$ 7 trilhões desde 2011:

200517a

Se os Bancos Centrais compraram US$ 1 trilhão apenas nos primeiros quatro meses de 2017 contra os US$ 7 trilhões de 2011-2016, algo sério deve estar acontecendo nos mercados…

Independentemente disso, US$ 7 trilhões em papel (derivativos) é muito dinheiro quando comparamos com os US$ 32 bilhões investidos em prata física no mesmo período.

Se víssemos apenas US$ 100 bilhões dos US$ 7 trilhões sendo alocados em prata física, teria quadruplicado a quantidade dos investimentos globais de prata durante esse período de 2011-2016. Um aumento de 4 vezes na demanda de investimento por prata física teria empurrado o preço da prata muito acima do pico de preço de US$ 50.

Pelos bancos centrais que sustentam os mercados de Ações, Títulos e Imóveis, o valor da prata (ou ouro) está sendo severamente deprimido. E, claro, para manter os investidores longe de descobrir sobre a alta qualidade da prata como reserva de valor, o preço continua a ser limitado pela enorme quantidade de alavancagem na negociação de papel.

Assim, a quantas está a alavancagem de papel comercial no mercado de prata? Vejamos o seguinte gráfico:

200517b

Ao multiplicar os 159 bilhões de onças de papel de prata negociados em 2016 pelo preço spot médio de US $ 17,14, chegamos a um incrível valor de US$ 2,27 trilhões de papel negociado contra US$ 4,4 bilhões de investimento em prata física real. Assim, a relação títulos de prata de papel / investimento físico em prata é de 517 para 1o dobro do 233/1 do ouro.

Atualmente, as cripto-moedas estão experimentando enormes ganhos ao longo dos últimos meses. Não importa se um indivíduo concorda em possuir Bitcoin ou uma das muitas cripto-moedas, a coisa importante a compreender é que os aumentos de preços enormes em muitas cripto-moedas são provavelmente devidos à preocupação com a quantidade maciça de US$ 1 Trilhão em compras de derivativos pelos Bancos Centrais nos primeiros quatro primeiros meses do ano.

Além disso, as cripto-moedas são provavelmente um bom indicador do que acontecerá no mercado de ouro e prata quando os investidores perceberem que o valor do mercado de derivativos vier a implodir.

Os preços do ouro e da prata estão sendo limitados porque contratos de papel podem ser adicionados à medida que mais fundos se movem para o sistema. No entanto, as cripto-moedas não têm esse problema porque a quantidade de Bitcoins, como exemplo, é limitada, assim como o metal físico, mas não os títulos de prata de papel

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

 

 

A produtividade global da indústria de mineração de prata cai para o nível mais baixo da história

Depois que a indústria de mineração de prata primária apreciou um aumento breve na produtividade nos dois últimos anos, caiu ao nível mais baixo em 2016. A razão do aumentou em 2014 foi devido à adição de recursos da Mina de prata de Escobal à empresa Tahoe.

A queda do rendimento médio na indústria de mineração de prata parece ser ignorada pela maioria dos analistas. Como podemos ver no gráfico abaixo, o rendimento médio das minas de prata primária caiu de 13 onças / t em 2005 para 7,4 oz / t em 2016. Este é um declínio de 43% em apenas 12 anos.

25042017

Por último, a produção média de prata da mina Tahoe Escobal continuará a cair nos próximos dez anos. Assim, a indústria global de mineração de prata continuará a processar mais minério para produzir o mesmo ou menos prata no futuro. Enquanto o custo da energia tem diminuído nos últimos anos, a queda das classes de minério vai continuar a exercer pressão sobre a indústria de mineração de prata daqui para frente.

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

O Esquema de Ponzi da previdência oficial é um grande problema: proteja-se investindo em metais preciosos!

O sistema de aposentadoria oficial do Brasil (RPPS), assim como em vários outros países, está em GRANDE PROBLEMA, já que os benefícios anuais pagos são maiores do que as contribuições totais. Na verdade, a diferença entre as retiradas líquidas e as receitas é a mais alta da história. Quando os pagamentos se tornam maiores do que as contribuições … então nós temos a fabricação do Esquema de PONZI típico.

INSS_020417

Fonte

A trajetória decrescente do déficit do RPPS em relação ao PIB alcançada na última década deve-se, em especial, a algumas reformas constitucionais e legais que tiveram o intuito de adequar o sistema previdenciário dos servidores ao caráter contributivo e solidário. Em 2003, por exemplo, houve o fim da paridade de remuneração entre servidores ativos e inativos e a instituição de contribuição para aposentados e pensionistas. E isso significa menos renda para o aposentado.

Os trabalhadores que tem seu dinheiro suado confiscado pela Previdênca não tem ideia de que esse é o maior esquema de Ponzi da história.

Por outro lado, os sábios o suficiente para comprar metais preciosos físicos irão proteger sua riqueza quando a aposentadoria de papel entrar em colapso.

Preceba isso: não há saída, invariavelmente um esquema de Ponzi vai colapsar no futuro, mesmo fazendo emendas e remendos ao longo do tempo…

A situação vai se agravar com o envelhecimento normal da população brasileira, quando teremos muito mais gente aposentada querendo receber o dinheiro, do que gente trabalhando e pagando as contribuições no esquema:

Piramide etaria

E além disso, naturalmente, nossa moeda vem sendo constantemente corroída em valor, seja em comparação como o US Dollar ou com outras moedas fortes. Só num espaço de 3 anos, desde dezembro de 2012, por exemplo, até agosto de 2015, o Real perdeu cerca de 40% de seu valor valor em relação ao dólar, e mesmo em relação à todas as moedas mais importantes:

Fonte

Por outro lado, veja a evolução das cotações do mercado de futuros (papéis) de prata nos últimos 15 anos, em USD:

silver_15_year_o_usd

Desde 2002, a valorização da prata foi de 325,56 %, e isso em US Dollar ! Nada mau para um pé de meia para a aposentadoria não?

E lembre-se prata legal com nota fiscal, só em Pratapura.com !

 

Forte investimento institucional pressiona os preços da prata

A força dos preços da prata é em grande parte devida à melhoria do sentimento entre os investidores institucionais. A mudança das expectativas em relação às perspectivas para as taxas de juros dos EUA e a proliferação de taxas de política negativas entre as principais moedas de reserva reavivaram o interesse dos investidores institucionais em metais preciosos. Enquanto isso, uma notável melhoria na demanda de prata industrial, liderada pela indústria fotovoltaica, que atingiu um recorde no ano passado, também está ajudando. Todos esses fatores, por sua vez, alimentaram os fluxos de investimento em contratos futuros de prata, opções, produtos negociados em bolsa (ETPs) e produtos de balcão.

Além disso, embora as expectativas sobre uma subida da taxa do Fed dos EUA este mês tenham visto os metais preciosos enfrentarem alguma pressão de venda no início deste ano, o aumento da taxa já anunciado e os comentários que acompanharam o anúncio foram seguidos por uma saudável atividade nos preços de prata.

Veja abaixo a demanda por prata nos últimos anos:

ETPs_2011-2016

Em 2016, o aumento do preço da prata está vindo num salto impressionante, com o preço experimentando um aumento de 9% em sua média anual.

Em relação ao investimento físico, as vendas de barras  e moedas de prata em 2016 caíram desde o recorde de 2015, devido à desaceleração da demanda dos EUA e da Índia, os dois maiores mercados do mundo, de acordo com a Metals Focus, consultoria de metais preciosos com sede em Londres. Em parte, isso refletiu alguma saturação do mercado após vários anos de demanda muito forte. A recuperação de preço também significou que 2016 não viu nenhuma repetição do aumento na caça de pechincha visto em 2015.

Esperamos que os fatores que impulsionaram o investimento em prata institucional em grande parte de 2016 e tenham sido transferidos para os primeiros meses de 2017 continuem sendo relevantes para o restante deste ano“, afirmou Michael DiRienzo, diretor executivo do Silver Institute.

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

Alerta: a prata está subindo!

Não sei se você tem acompanhado as cotações, mas faz parte do nosso trabalho, então gostaria de lhe chamar a atenção para o fato de como as cotações da prata tem subido nos últimos dias:
60silver

No final de fevereiro tivemos um pico semelhante, mas que foi contrabalançado pela queda da cotação do dólar:

USD_60d

Por outro lado, quando as cotações da prata baixaram em meados de março, o dólar subiu… isso é muito comum, acontece o tempo todo.

E com a cotação do dolar subindo agora junto com a prata, tanto pelas condições econômicas internacionais quanto pela situação política interna, que fica cada vez mais complicada, nos parece que essa é uma tendência que veio para ficar.

Por razões um tanto estranhas, o preço da prata física é regulado pelas cotações sem lastro dos mercados de futuros (derivativos). A medida que essas cotações e o dólar sobem, nossos custos para importar prata de qualidade aumentam. Assim, no início dessa semana tivemos que fazer um pequeno reajuste dos nossos preços em nossa loja, não sei se você percebeu.

Portanto, gostaria de lhe chamar a atenção de que este pode ser um bom momento para preservar suas economias em prata física, adquirindo a prata ainda a um bom preço.

Dê uma olhada nos produtos que temos a preços promocionais, e todos com envio imediato, aqui nesse link.

E lembre-se, prata legal, com nota fiscal, só em Pratapura.com !

A produção de Prata despenca na maior mina primária do mundo

A maior mina de prata primária do mundo experimentou um enorme declínio em sua produção devido à queda do grau do minério. A Mina Cannington, agora administrada pela South 32 Ltd., sofreu uma queda enorme na sua produção de prata durante o último período de relato. A BHP Billiton, que era proprietária da mina de Cannington desde seu início em 1997, a transferiu para a South 32 Ltd. em 2015.

De acordo com o relatório de produção da South 32 Ltd., a Mina de Cannington viu uma queda de 27% na produção de prata em 2017 em relação a 2016:

11032017

A produção de prata na Mina de Cannington caiu de 11,9 milhões de oz (Moz) em 2016 para 8,7 Moz em 2017. Algumas companhias, tais como a South 32 Ltd., começam seu ano novo fiscal em julho. Basicamente, esses números estão comparando a produção de julho a dezembro de 2015 versus julho a dezembro de 2016, sendo que o último período reporta o primeiro semestre de 2017.

Esta é uma queda enorme na produção de prata pela maior mina de prata primária do mundo, localizada na Austrália.

A razão para a grande queda na produção em Cannington foi devido ao enorme declínio no grau de prata no minério obtido na mina. O nível médio de minério de prata caiu de 266 gramas por tonelada (g / t) no primeiro semestre de 2016 para 198 g / t no primeiro semestre de 2017. Quedas de grau de minério de prata não são novidade para a Cannington, como tem acontecido há algum tempo. Mas a maior mina de prata primária do mundo já produziu uma vez a prata com um teor médio de minério de 636 g / t … mais do que três vezes o rendimento atual.

Durante seu pico de produção no ano de 2005, a Cannington produziu 44 Moz de prata com um teor médio de minério de 515 g / t. Esta única mina produziu mais de meio bilhão de onças (558 Moz) de prata desde 2000.

Embora a produção tenha continuado a cair em Cannington, ela ainda era a maior mina de prata primária em 2015.

Os dados revisados mostram que a mina de Cannington produziu na verdade 22.6 Moz de prata em 2015, não 22.2 Moz. Assim, quando o Silver Institute publicar seus dados atualizados de minas de prata primárias, eles vão colocar a Cannington no primeiro lugar.

Mina de Cannington, NW Queensland, Australia

 

A Cannington cairá para a posição número dois em 2016, quando os dados serão finalmente lançados. De acordo com os dados divulgados pelas empresas de mineração, aqui estão os resultados da produção de 2016:

1) Fresnillo’s Saucito Mine = 21.9 Moz

2) South 32’s Cannington Mine = 21.4 Moz

3) Tahoe’s Escobal Mine = 21.3 Moz

4) Polymetal’s Dukat = 19.3 Moz

 

Independentemente disso, ver a produção de prata cair 27% na Cannington é bastante surpreendente quando sabemos da sua tremenda história de produção . A South 23 afirma que a Mina de Cannington extrairá minérios de prata de grau mais elevado na segunda metade do ano, mas a produção é estimada em somente 19 Moz no ano.

Quando a produção de petróleo dos EUA e do mundo começar a diminuir de forma substancial, a produção de prata será a mais afetada. Por quê? Porque o fornecimento de prata como subproduto da produção de cobre, zinco e chumbo cairá drasticamente à medida que a demanda por metais básicos cair durante a próxima crise financeira e econômica.

O melhor tempo investir em prata física é antes da oferta evaporar, ou antes de seu preço ou valor partirem em direção a Júpiter…

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais! Lembre-se, o que você não consegue definitivamente tocar, não é seu

 

Fonte.

 

 

 

 

 

O mercado de Prata está a postos para um preço muito mais alto do que o Ouro

Quando os mercados de papel finalmente desmoronarem, o mercado de prata terá ganhos de preços muito maiores do que o ouro. Por quê? Porque os fundamentos mostram que a demanda de investimento em metais preciosos tem colocado uma pressão muito maior sobre a oferta de prata do que ouro … e por uma larga margem.

Há três razões cruciais para que o preço da prata venha a superar o preço do ouro quando os mercados de papel altamente inflados se desintegrarem sob o peso da dívida maciça e dos derivativos. Enquanto muitos investidores de metais preciosos estão frustrados com a capacidade do Fed e dos bancos centrais de continuar a sustentar os mercados, quanto mais eles adiam o dia do juízo, pior será o colapso.

A primeira razão é essa:

070317a

Este gráfico mostra que os EUA precisaram 72% de sua demanda de prata doméstica de fontes estrangeiras em 2015. Assim, a dependência americana de fornecimento de prata (72%) é o dobro da do cobre (36%), enquanto que a demanda de ouro teve um excedente de 48% versus sua oferta interna.

A segunda razão para o preço da prata subir mais do que o preço do ouro é devido à quantidade de prata física, em onças totais, comprada por investidores:

070317b

De 2010 a 2016, os investidores compraram um total de 1,505 milhões de oz (Moz) de barras de prata e moedas em comparação com apenas 284 Moz de ouro físico. Assim, os investidores de metais preciosos compraram cinco vezes mais onças de prata, do que onças de ouro durante este período de sete anos.

Naturalmente, o valor total do investimento em ouro físico foi muito maior do que a prata durante esse período, mas essa enorme quantidade de barras de prata e a demanda por moedas impactou o mercado de prata muito mais do que o mercado de ouro.

Isso leva à terceira razão. Devido à enorme demanda por barras e moedas de prata desde 2010, o mercado de prata sofreu um défice líquido de 801 Moz. No entanto, a demanda pelos 284 Mo de barras e moedas de ouro não afetou o mercado de ouro da mesma forma. De acordo com o World Gold Council, o mercado de ouro desfrutou de um pequeno superávit líquido de 7,5 Moz durante este período de tempo:

070317c

De fato, um superávit de 7,5 Mo é apenas 3% do total da demanda por 284 Moz de barras e moedas de ouro entre 2010-2016. No entanto, o déficit líquido de prata de 801 Moz é mais do que 50% da demanda total por barras e moedas de prata durante esse mesmo período de tempo.

O que significa que a demanda de investimento de prata física está causando muito mais estresse no mercado de prata do que no de ouro. Embora o mercado de prata tenha sido capaz de suplementar os déficits anuais com estoques de moedas de prata antigas ou barras grandes que foram liquidadas durante a década de 1990, esta não é uma oferta sem fim.

De acordo com os dados da equipe GFMS da Thompson Reuters, investidores despejaram 580 Moz em barras e moedas de prata no mercado entre 1995-1999. Agora compare isso com os últimos cinco anos (2012-2016), quando os investidores compraram 1,152 Moz de barras e moedas de prata.

De 1985 a 2007, a demanda líquida total por barras e moedas de prata foi NEGATIVA em 95 Moz. O que significa que os investidores venderam um líquido de 95 milhões de barras e moedas de prata nesse período de 23 anos. No entanto, os investidores compraram uma rede de 1.785 Moz em moedas e barras de prata de 2008 a 2016. Esta é uma enorme mudança de tendência.

Após o colapso financeiro e econômico dos EUA em 2007, os investidores continuaram a comprar uma quantidade recorde de barras e moedas de prata. Isto colocou um estresse severo no mercado de prata, quando o deficit líquido total desde 2008 excedeu 1.155 Moz.

Em conclusão, os fundamentos no mercado da prata estão se preparando para um pico de preço muito maior do que o do ouro devido às três razões indicadas. O momento desse evento é difícil de prever, pois é difícil identificar quando o Fed e os bancos centrais perderão o controle de sua intervenção maciça no mercado. Esse trabalho não se destina a fornecer uma perspectiva de curto prazo sobre os metais preciosos, em vez disso, oferece fundamentos que se mostrarão seguros no médio a longo prazo.

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.