O uso da prata em ligas e soldas deve cresce 23% até 2030

Por: Silver Institute

Um componente muitas vezes subestimado, mas importante, do uso da prata na indústria é seu papel essencial na brasagem e soldagem, com quase meio bilhão de onças de prata consumidas neste setor na última década.

Brasagem e soldagem são métodos de união de dois ou mais metais e são comumente usados na fabricação de tubos, sistemas de aquecimento e resfriamento, instrumentos eletrônicos e joias. Em 2021, as ligas de brasagem e solda usaram 47,7 Moz de prata, representando 9,3% da demanda industrial total de prata naquele ano. Até 2030, a demanda por prata usada em brasagem e solda deverá atingir 58,8 Moz, um aumento de 23% em relação a 2021, de acordo com um novo relatório de tendências de mercado divulgado pelo Silver Institute, “Silver in Brazing and Solder Alloy Materials”.

Durante séculos, os dois métodos mais comuns de união de tubos e conexões de metal foram a brasagem e a soldagem. Esses métodos são semelhantes, mas várias diferenças distintas os diferenciam. Por exemplo, a solda geralmente usa materiais de enchimento de prata e estanho e é conduzida a temperaturas de 600oF, enquanto a brasagem frequentemente usa metais de enchimento e ligas como prata, cobre e zinco. A maior parte da brasagem ocorre em temperaturas mais quentes – 800oF e 2.000oF.

O relatório, de autoria da consultoria Precious Metals Commodity Management, afirma que a prata continuará a desempenhar um papel essencial nessas aplicações. O relatório fornece uma visão geral dos fundamentos e da história da tecnologia de brasagem e soldagem, os prós e contras de cada um e seus vários segmentos de mercado. Os usos finais destacados no relatório incluem encanamento e tubulação, aquecimento e ar condicionado, mercados de eletrônicos automotivos, diodos emissores de luz, mercado de solda de prata de joias, placas de circuito impresso e indústria de semicondutores. O relatório conclui com uma previsão para o uso da prata nessas aplicações até 2030.

O aumento projetado na demanda até 2030 deve-se ao futuro crescimento da infraestrutura global, incluindo o aumento de encanamento e junção de tubos e a crescente demanda de veículos (motor de combustão interna e veículos elétricos). A demanda por sistemas de aquecimento e ar condicionado também deve aumentar. O mercado de eletrônicos, incluindo diodos emissores de luz e placas de circuito impresso, também deverá se expandir, especialmente em eletrônicos automotivos. Eles têm requisitos de temperatura e vibração mais altos, motivando os projetistas a usar conteúdo adicional de prata para desempenho de força e resistência à temperatura.

O relatório afirma que as perspectivas de expansão no mercado de brasagem de prata e ligas de solda permanecem fortes e que a prata continuará desempenhando um papel vital na junção de tecnologias, especialmente para eletrônicos, até 2030. (fonte)

E como já não resta mais muita prata embaixo da terra para ser minerada, este é mais um grande fator a pressionar os preços deste importante metal no futuro próximo!

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Entre no seleto grupo de pessoas que pensam no futuro, a frente do seu tempo, e protegem sua riqueza de forma que ela dure para sempre!

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com

Importante: a melhor época do ano para comprar prata em 2022

Embora as tendências sazonais nem sempre aconteçam, você pode achar essa pesquisa atualizada particularmente atraente este ano…

É fácil ver a volatilidade da prata. O que também se destaca é que, historicamente, a prata não revisita seus mínimos de janeiro. As únicas outras melhores épocas para comprar, em média, são em março ou no final de junho.

Você notará que a prata normalmente não chega perto de revisitar o preço do ano anterior (embora certamente houvesse anos em que o preço da prata caiu abaixo de onde começou). Os dados históricos dizem que, em média, os investidores obterão seu melhor preço no início de janeiro ou no ano anterior.

E com o dólar sofrendo com as turbulências econômicas internacionais, e as eleições presidenciais que se aproxima no Brasil, espere cotações ainda mais altas para o metal brilhante no segundo semestre, e reajustes nos preços da prata física!

A janela de oportunidade está se fechando….

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Entre no seleto grupo de pessoas que pensam no futuro, a frente do seu tempo, e protegem sua riqueza de forma que ela dure para sempre!

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com

Esta pesquisa abrangente sobre a relação ouro/prata nos dá uma grande dica sobre o que está por vir

por Jeff Clark

A ação do preço da prata não reflete o que achamos que deveria, principalmente quando a inflação está em alta. Existem razões válidas para a defasagem no preço – um dólar em alta, uma queda percebida na demanda industrial devido a temores de recessão ou estagflação, um mercado de ações em queda forçando os investidores a liquidar outras participações – mas isso não nos faz sentir melhor.

Acho que um dos pontos fortes de Mike Maloney é que ele vê as tendências através das lentes da história. Como ele disse muitas vezes, quanto mais você olha para o passado, mais você pode ver o futuro.

Decidi empregar essa estratégia com a proporção ouro/prata, para examinar o desempenho da prata durante seus maiores declínios nos últimos 50 anos, para nos dar algumas dicas sobre o que pode fazer no próximo declínio. Como qualquer investidor de prata sabe, uma queda no índice significa que a prata está superando o ouro – eu queria ver o quanto.

Achei interessante o resultado desta pesquisa. Veja o que você acha…

Ganhos da prata durante quedas acentuadas na relação ouro/prata

Voltei ao início da década de 1970 e registrei todos os principais declínios na proporção ouro/prata, destacando cada período em uma barra verde. Listei então:

-A queda percentual na razão
-Desempenho do ouro
-Desempenho de prata


Houve muitas grandes quedas na proporção nas últimas cinco décadas (excluí períodos menores ou mais longos). Aqui está o primeiro período, de 1973 a 1997, que inclui mercados de alta e baixa em prata. O gráfico está um pouco cheio, mas eu queria fornecer todas as informações para cada período.

Performance da prata após grandes quedas na relação ouro/prata (1973 a 1997)

Você notará que das sete quedas acentuadas na proporção, a prata ganhou três dígitos em quatro deles e 97% em um quinto. Apenas em dois registrou um pequeno ganho. Também é digno de nota que os períodos de 1983 e 1987 ocorreram durante os mercados de baixa.

O maior desempenho da prata foi de 1979 a 1980, durante sua alta histórica a US$ 50, onde a proporção caiu de 40 para 17 em um ano. Aqui estão as quedas acentuadas de 1997 até o presente.

Performance da prata após grandes quedas na relação ouro/prata (1997 em diante)

Das cinco principais quedas na relação ouro/prata, o preço da prata ganhou três dígitos em três deles e 80% + ganhos nos outros dois. O maior desempenho superior foi em 2011, levando ao seu topo de expansão para a faixa de US$ 49, onde a proporção caiu de 70 para 32.

Mas há outra mensagem nestes dados…

Houve 12 grandes declínios na proporção ouro/prata nos últimos 50 anos (junto com vários outros menores). Este registro histórico, por si só, sugere que outro é virtualmente inevitável. Pode não parecer no momento, mas aposto que muitos investidores de prata já se sentiram assim antes – logo antes de decolar de repente. E isso sem considerar as mudanças monetárias sobre as quais Mike falou muito, que ainda não entraram em alta velocidade.

Um ganho de três dígitos está à frente para a prata?

Foi o que aconteceu em quase todos os mercados em alta do passado, quando a proporção caiu acentuadamente. A próxima barra verde a surgir nestes gráficos pode ser muito interessante.

Nosso trabalho é permanecer vigilante e preparado para a próxima alta no preço da prata.

(fonte)

Enquanto isso,

A oferta de prata diminui à medida que a demanda está prestes a florescer

Em um novo relatório da Sprott Silver, Maria Smirnova, MBA, CFA, aprofundou-se na interessante situação de oferta e demanda da prata, observando que ela está historicamente muito desvalorizada quando comparada ao ouro.

Com as tendências de oferta provavelmente incapazes de acompanhar a demanda de longo prazo, a prata tem alguns fundamentos convincentes que podem torná-la uma escolha inteligente no ambiente de mercado atual.

Smirnova observou que “embora o teor de risco do momento possa ser um vento contrário para as tendências de preços de prata de curto prazo, a longo prazo, acreditamos que as restrições de oferta de prata se tornarão mais relevantes diante da demanda crescente e sustentada”.

Após o grande momento da prata em 2020, a mineração se recuperou em 2021. A produção das minas aumentou 5% e os volumes de reciclagem aumentaram 7%. No entanto, os analistas previam mais crescimento na mineração, resultando em um déficit na oferta de prata.

Excesso (surplus) ou Deficit de prata ao longo dos ultimos 10 anos

Outro fator determinante para a atividade de mineração de prata são os preços dos subprodutos. Os preços do chumbo, zinco e cobre impulsionam as atividades de mineração, essencialmente subsidiando a mineração de prata no processo. Isso tem sido útil para a oferta de prata ultimamente, mas se as condições macroeconômicas suavizarem e o suporte de preços para esses metais subprodutos diminuir, a oferta de prata tem o potencial de ser ainda mais reduzida.

Os mineradores também estão lutando contra a inflação, que afeta diretamente o custo do combustível, produção e exploração de novos locais de mineração. Isso pode diminuir o entusiasmo das empresas de mineração que aumentam suas atividades e impactar ainda mais o fornecimento de prata.

À medida que a oferta é tributada, a demanda por prata está prestes a explodir. A prata desempenha um papel fundamental nas tecnologias verdes. Por exemplo, os insumos de prata são críticos para a produção de painéis solares.

A guerra Rússia-Ucrânia empurrou o sentimento em relação à segurança energética e às energias renováveis. À medida que a Europa procura caminhos para se livrar da dependência do gás russo, a produção de Energia Verde provavelmente aumentará mais rápido do que o esperado. Veículos eletrônicos também contam com prata, que demonstrou crescente correlação com ações de transição energética.

Cotações da prata versus o Índice de Transição Energética

Mesmo as tendências de prata não industriais mostraram solavancos na demanda. Os fotógrafos viram uma recuperação pós-covid, e joias e talheres se recuperaram em 2021, quando casamentos e eventos sociais começaram a acontecer novamente em todo o mundo.

Com a oferta incapaz de superar a demanda, o desequilíbrio histórico de preços da prata e tendências macroeconômicas maiores em jogo, a prata está pronta para um grande crescimento a longo prazo.

Smirnova concluiu: “Continuamos acreditando que a prata provavelmente se beneficiará das restrições de oferta diante da crescente demanda. Esperamos que a tecnologia verde e as tendências de descarbonização continuem e aumentem, mesmo que o crescimento econômico desacelere globalmente.”

(fonte)

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com

Os investidores em metal físico logo serão recompensados por sua paciência

Muitos investidores em metais podem estar preocupados agora. De fato, no final de fevereiro/início de março, o ouro ultrapassou US$ 2.050 por onça, enquanto agora em maio, o preço está ligeiramente acima de US$ 1.850. A prata de papel se encontra em US$ 22, depois de bater os US$ 26 em abril. A maior parte do sell-off foi devido ao Fed hawkish e à inflação recorde. Este último não se deveu apenas às políticas monetárias fáceis impostas em 2020, mas também à má logística. As cadeias de suprimentos foram quebradas por causa da Covid e da imposição de sanções contra a Rússia em março.

A incerteza geopolítica não desapareceu, as cadeias de suprimentos levarão muito tempo para se reconstruir e o Fed não pode fazer muito sobre a desvalorização da moeda norte-americana. O ouro e a prata estão altamente subvalorizados e ainda é incerto quando quebrarão novamente seus recordes.

‘É por isso que, na minha opinião, muitos ativos podem quebrar em termos dos preços dos metais. Mas admito plenamente que não posso prever quando e por quanto o preço dos metais disparará. No entanto, quando o mercado perceber isso, provavelmente será tarde demais. O ouro e a prata são um hedge perfeito contra a desvalorização da moeda fiduciária e bons ativos para manter quando muitas outras classes de ativos são populares, apesar da correção do mercado de ações no momento. Sugiro comprar metal físico para o longo prazo’. (fonte)

E o gráfico de prata que eles não querem que você veja

Em 12 de maio, o preço da prata de papel caiu cerca de um dólar. Tal como acontece com todos esses grandes movimentos de preços, a questão é: o que realmente aconteceu? Está incluído um gráfico da ação do dia, com o preço sobreposto com base (base = futuro – spot). É o único indicador de abundância ou escassez de metal para o mercado. No entanto, aqui é usado para um propósito diferente e mais simples. Queremos ver os movimentos relativos no preço à vista e no preço do contrato de futuros próximos (ou seja, julho).

O dia foi misto. Antes do meio-dia, a base era volátil, mas tendia a cair com a queda do preço. A base cai de cerca de -1,1% para -1,5%. Mas depois do meio-dia, algo mudou.

Houve um preço em queda e uma base crescente. A base tende a seguir a forma da linha de preço, mas sobe à medida que o preço continua a cair. O dia termina com a base no nível ou acima do nível em que começou, mas o preço está muito abaixo.

A teoria básica por trás da complexidade do mercado de metais preciosos é que os bancos vendem futuros para manipular o preço. Em outras palavras, eles o fazem sem meios ou intenção de entregar o metal. Há muito a dizer sobre isso, mas por enquanto Weiner se concentra em uma coisa: o preço de um contrato futuro não se moveu em relação ao preço do metal.

Se os bancos estivessem despejando contratos de papel, então o preço desses contratos cairia em relação ao spot. Como mostra o gráfico incluído, não foi assim que a ação aconteceu. Os traficantes de conspiração não querem que ninguém veja este gráfico.

Os mercados são complexos. Não há apenas um grande número de participantes, mas também uma grande variedade de participantes. Não são empilhadores contra banqueiros. É isso que torna tão fascinante estudá-los e negociar quando você encontrar uma boa configuração. (fonte)

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com

Prata, Ouro – ou Ambos? Finalmente, uma resposta útil

Uma visão de quando a prata deve ser considerada sobre o ouro

Uma análise publicada no Gulf News, com sede nos Emirados Árabes Unidos, examina a velha questão: quando comprar ouro e quando comprar prata? Ambos são investimentos de porto seguro consagrados pelo tempo. Os economistas concordam amplamente que tanto o ouro quanto a prata compartilham muitas virtudes: Facilmente acessível e resgatável, altamente líquido, historicamente usado como dinheiro, intrinsecamente valioso e livre de risco de contraparte. Os paralelos levam alguns a chamar a prata de “ouro do pobre”.

Essa não é uma descrição útil, no entanto. Existem diferenças suficientes entre ouro e prata para acabar com a ideia de que a prata é apenas o irmãozinho pálido do ouro.

O ouro é o investimento mais seguro e um indicador mais preciso da inflação e do sentimento do mercado. Ele rastreará os dois últimos mais perto do que a prata porque é principalmente uma proteção contra perdas, seja de mercados em queda ou inflação corrosiva. Embora o ouro seja usado para muitos fins industriais, é usado principalmente em quantidades extremamente pequenas – o World Gold Council relata que até agora este ano, apenas 7% da demanda de ouro vem de aplicações industriais. A demanda financeira de bancos centrais, investidores institucionais e individuais é muito mais importante.

O ouro é comprado como um porto seguro e, mesmo que a demanda industrial e manufatureira diminua devido ao estresse econômico, o preço do ouro mal percebe. O ouro provavelmente terá um desempenho superior de qualquer maneira porque sua principal fonte de demanda não se deve à sua condutividade. Em outras palavras, o ouro é um ativo fortemente anticíclico, tendendo a subir quando a economia cambaleia.

A prata é bem diferente, e não apenas porque seu preço por onça é menor. A prata, como o ouro (e, por extensão, as commodities em geral), é um excelente hedge de inflação. No entanto, a principal fonte de demanda da prata são as aplicações industriais. Aqui está o quadro geral da demanda por prata, com base em dados do Silver Institute:

Apenas um quarto dos compradores são investidores que compram barras e moedas físicas. A maior parte da demanda de prata vem dos fabricantes, com joias como uma forte fonte de demanda em terceiro lugar. O que a manufatura e a joalheria têm em comum? Ambos os setores são fortemente pró-cíclicos, crescendo ao lado da economia. Os usos industriais são “mais vulneráveis à recessão e às pressões que afetam as empresas de manufatura”.

Isso é o que pode fazer com que o preço da prata puxe em ambas as direções. Em tempos de desaceleração econômica, a demanda por investimentos aumenta, mas a demanda industrial despenca. A prata às vezes acompanha o preço do ouro nesses casos, mas não tão rigorosamente quanto alguns esperariam. A volatilidade também desempenha um papel forte no mercado de prata. Verghese explica o porquê:

“O mercado de prata é muito menor que o mercado de ouro e, como é mais negociado do que o ouro, a prata pode demonstrar uma volatilidade muito maior ou oscilações de preço do que sua contraparte dourada. Por exemplo, historicamente, o metal cinza frequentemente saltou quase 15% em um único dia, por exemplo.”

O ouro simplesmente não exibe esse nível de volatilidade. E mesmo durante os momentos em que todos estão apontando a potencial oportunidade de “prata subvalorizada”, esse tipo de volatilidade não pode ser ignorado.

Portanto, pode ser mais correto tratar a prata como um hedge mais arriscado do que o ouro. Ele introduzirá algumas das propriedades de segurança do ouro em suas economias, embora de maneira mais volátil. Verghese aparece como pró-prata:

“Especialistas de mercado e economistas sempre recomendam investir em um ativo de baixo valor e sem risco, como a prata. É assim porque nem seu dinheiro será bloqueado nem o valor da prata será depreciado. Analistas de commodities reiteram amplamente que a mesma quantidade de dinheiro compra muito mais prata do que ouro, e a prata tem o potencial de oferecer mais lucro.”

Os dois metais compartilham os mesmos pontos fortes de ativos tangíveis em comparação com ações e títulos. Em certo sentido, poderíamos pensar na prata como uma alternativa de ativo tangível às ações pró-cíclicas, enquanto o ouro é uma alternativa tangível à tradicional classe de ativos de refúgio seguro de títulos do governo.

Afinal, não precisamos escolher apenas um. Diversificar suas economias entre ouro e prata físicos, bem como outras classes de ativos, pode ser a receita para o sucesso. (fonte)

Na PrataPura.com, fazemos o que fazemos porque acreditamos que riqueza de verdade é aquela que você tem em sua mão, fisicamente, e que não tem risco de evaporar por um clique num computador, ou pela falta de empatia dos governantes e donos do mundo. Prata física sempre foi, e sempre será, uma reserva de valor tangível em sua mão, imune à inflação e a choques econômicos ou sociais.

Queremos ajudar nossos clientes a protegerem sua riqueza, seu dinheiro duramente conquistado, neste mundo constantemente ameaçado pelo caos, e terem controle total sobre seu patrimônio.

Nosso propósito é facilitar a formação de reservas de riqueza seguras pelos nossos clientes em face das incertezas globais e a irresponsabilidade dos emissores de dinheiro de papel, intermediando a troca de metal precioso físico por valores fiduciários a medida das suas necessidades. Somos a empresa pioneira no Brasil em vender prata física para reserva de valor, de forma legal.

Visite nossa loja online: www.loja-pratapura.com