Suprimento global de sucata de prata cai ao menor nível em 26 anos

A oferta global de sucata de prata caiu para o nível mais baixo em 26 anos. A reciclagem mundial de prata em 2017 caiu quase 50% desde seu pico em 2011. De acordo com a Pesquisa Mundial de Prata de 2018, o fornecimento global de sucata de prata caiu para 138 milhões de onças (Moz) comparado a 261 Moz em 2011. Embora o preço de prata mais baixo seja parcialmente responsável pela grande queda na reciclagem de prata, há outras dinâmicas de mercado.

Por exemplo, a reciclagem de prata do setor de fotografia diminuiu desde o pico do consumo em 1999. A indústria da fotografia estava usando 228 Moz de prata em 1999, em comparação com os 44 Moz do ano passado. Assim, o consumo de prata na fotografia diminuiu em 80% em quase duas décadas … e junto com ele, uma grande quantidade de suprimento de prata reciclada.

Além disso, muitos talheres foram reciclados durante o período de alta dos preços (2007-2012). Muitos Millennials que herdaram os talheres de seus pais (e avós) decidiram que era muito mais fácil penhorar isso do que gastar tempo polindo-o para encontros de férias. O que significa que muitos estoques disponíveis de sucata de prata já foram reciclados.

140618a

Como podemos ver no gráfico acima, embora a cotação dos papéis de prata de US$ 17 em 2017 esteja quatro vezes maior do que em 1991 (US$ 3,91), a oferta global de sucata de prata é a menor em 26 anos. Além disso, a oferta mundial de sucata de prata era superior a 200 Moz por ano (2005-2009), quando o preço médio anual era muito menor do que no ano passado.

Agora, de acordo com o Relatório Metal Focus Silver Scrap publicado em 2015, eles previram as seguintes porcentagens de sucata de prata a partir dos vários setores:

Indústria = 60%

Prataria = 16%

Fotográfico = 12%

Joias = 10%

Moeda = 2%

Embora seja sabido que a maior parte da sucata de prata vem da reciclagem de resíduos industriais , devido ao setor industrial ser o maior usuário de prata, a joalheria representa apenas 10%, mas é o segundo maior consumidor. Por exemplo, o World Silver Survey de 2018 relatou que o setor industrial consumiu quase 600 Moz de prata em 2017, enquanto os fabricantes de joias usaram 209 Moz. No entanto, a prataria e os setores fotográficos consumiram apenas 102 Moz, mas representam 28% do suprimento de sucata de prata.

O que isso nos diz é que os donos de joias de prata não estão tão motivados a penhorar seus bens porque simplesmente não há valor monetário suficiente. Assim, uma grande oferta de sucata de prata em potencial provavelmente nunca chegará ao mercado, mesmo a preços muito mais altos, devido ao valor relativamente pequeno das jóias de prata mantidas pelos indivíduos.

Quanto a joias de ouro, ocorre exatamente o oposto. Quase 90% da oferta mundial de sucata de ouro vem de jóias de ouro recicladas. Assim, um aumento significativo no preço do ouro resultaria em maior reciclagem de jóias de ouro, ao passo que um preço de prata mais alto não geraria grande aumento no fornecimento de sucata de jóias de prata. Assim, a cada ano cerca de 200 Moz de prata são usados na fabricação de jóias de prata, mas apenas uma pequena quantidade é reciclada.

Por fim, a sucata de ouro anual representa 28% do total mundial de ouro comparado a apenas 14% do mercado de prata. Mesmo com preços da prata muito mais altos, a reciclagem global de prata não será capaz de fornecer metal suficiente quando a demanda de investimento aumentar à medida que os mercados mais amplos entrarem em colapso.

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

Por que o ouro e a prata não despencarão junto com as bolsas de valores

Quando se trata do que acontecerá durante a próxima grande crise de correção do mercado, podemos contar que “desta vez será diferente” para os preços do ouro e da prata. Enquanto muitos investidores em metais preciosos acreditam que o ouro e a prata vão cair junto com os mercados mais amplos, os gráficos e os dados sugerem o contrário.

De acordo com certas pesquisas, o preço do mercado de ouro não caiu abaixo do custo de produção das principais mineradoras nas últimas duas décadas.

Alguns analistas, como Harry Dent, acreditam que o preço do ouro cairá para US $ 700 este ano.

Infelizmente, Harry Dent não faz ideia sobre o estado do mercado da Energia, a queda do EROI ou o custo de produção quando ele aplica suas previsões. Dent, como a maioria em sua indústria, produz análises superficiais, incompletas e falhas, porque elas estão prevendo no vácuo. Agora, quando dizemos que eles estão prevendo em um vácuo, isso significa que eles estão fornecendo análise excluindo a variável mais crucial… ENERGIA.

Na verdade, o preço do ouro nunca caiu abaixo do custo médio de produção desde 2000, e provavelmente na maior parte do século XX.

Abaixo está uma tabela com as finanças das principais minas de prata primárias em 2017:

Esta tabela mostra que o custo médio de produção em 2017 neste grupo de mineiros de prata primários foi de US $ 16,18. O preço atual de prata é de $ 16,48. Agora, quando o preço da prata disparou para US $ 50 em 2011, o custo médio de produção para as principais mineradoras de prata estava entre US $ 25 e US $ 27. Então, se Dent dissesse que a prata estava em uma bolha em 2011, talvez pudesse ter alguma credibilidade se removêssemos todos os outros fatores financeiros negativos, como a enorme dívida, os derivativos e a alavancagem nos mercados.

Independentemente disso, se excluíssemos todos os valores altamente alavancados de Ações, Títulos e Imóveis (da enorme dívida e dos derivativos), então é correto sugerir que a prata estava em uma bolha em 2011. Mas, dizer que ouro e prata estão em uma bolha hoje, quando os preços de mercado atuais estão perto do custo médio de produção, é puro desvario.

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

 

Teremos em breve um apocalipse na produção de prata pelas minas?

Caro leitor, espero que essas informações lhe chamem a atenção, pois é uma das principais razões do porquê acreditamos no investimento em prata física.

Recentemente os mais entusiasmados se alvoroçaram quando a cotação da prata no mercado de papel ultrapassou os US$ 17, achando que havia enfim chegado o momento da disparada.

Mas isso não é nada, em comparação com o que está por vir.

Observe abaixo os maiores produtores de prata no mundo:

150518a

O México é disparado o maior produtor, mas a esse ritmo, suas reservas de prata ainda embaixo da terra se esgotarão rapidamente. A China não exporta, está muito preocupada em suprir seu mercado interno, assim como vem importando grandes quantidades de ouro, como a Rússia, para se defender da instabilidade e dos ataques externos. Vários outros países tem reservas escassas, como os EUA, Bolívia e Chile. Restariam as reservas da Austrália, do Perú, da Polônia (sobre quem a Rússia está de olho novamente…) e a pequena soma dos demais países produtores.

Quanto tempo durarão essas reservas?

Já havíamos mencionado aqui, há mais de 5 anos, as estimativas eram de que as reservas de prata embaixo das minas eram estimadas para durarem no máximo mais 20 anos…

E ocorre que, com a evolução tecnológica, cada vez mais a prata tem usos industriais mais intensos.

150518b

E de onde virá toda essa prata necessária para a nossa vida moderna?

Dados geológicos de 2007 estimam que a prata de mineração acabará entre 2022 e 2027. Isso é apenas 4 a 9 anos a partir de agora! E quando isso acontecer, você certamente deve estar fazendo uma ideia de como ficarão os preços da prata física

150518c

E ainda não podemos prever de quanto será o aumento da demanda, a medida que a tecnologia avança. Algumas fontes minerais serão exauridas mais rapidamente do que outras. Mas a prata certamente estará praticamente extinta na natureza até 2027.

150518d

Certo, ou ouro também se extinguirá, em 2030, assim como o cobre, mais tarde um pouco. Porém a prata acabará 10 anos antes.

Fico imaginando o sorriso de quem, assim como eu, vem comprando prata barata neste momento, daqui a uns 5, 10 anos…

E tem mais. Para você perceber o impacto disso, um dos maiores players globais no mundo financeiro, e que vem ditando as regras por muitas décadas no mundo, também já se deu conta disso. Está se forrando de prata física.

150518e

O banco J P Morgan, que praticamente não detinha prata física há alguns anos, vem comprando freneticamente e aumentando suas reservas. Por quê?

Certamente eles sabem o que está por vir. Não é a toa que vem comandando o mundo há mais de duas centenas de anos.

Como já havíamos descrito aqui, se ganha quantidades absurdas de dinheiro quando se sabe com antecipação o que está por vir. Informação é tudo.

Proteja suas economias, e aumente sua riqueza antes que a prata física fique cara demais!

As duas razões mais importantes para investir em ouro e prata

Embora uma das razões para possuir metais preciosos seja entendida por muitos na comunidade de mídia alternativa, o fator crítico mais importante não o é.

A primeira razão importante para possuir ouro e prata é para o SEGURO contra um colapso financeiro e / ou desintegração da moeda fiduciária… assim como o que está acontecendo na Venezuela, por exemplo. Manter metais preciosos como apólice de seguro não é novidade para os investidores de ouro e prata, mas parece que uma porcentagem pode ter esquecido esse papel fundamental.

A maioria das pessoas entende a importância de ter seguro de automóvel ou de moradia, mas não sabe por que também é aconselhável comprar um seguro de metais preciosos. Além disso, a maioria das pessoas optaria por comprar seguro de saúde para proteção pelo menos catastrófica em caso de acidente grave ou doença grave. Mais uma vez, o seguro é projetado para proteger os indivíduos contra perdas financeiras substanciais de riscos de automóveis, residências ou relacionados à saúde.

Só por esse motivo, os metais preciosos devem ser comprados em uma base contínua, assim como a maioria das outras apólices de seguro. Enquanto alguns de nós pagamos seguro de automóvel sem nenhum acidente, com certeza ficamos satisfeitos que temos um seguro quando finalmente acontece.

Isso também deve ser verdade para investimentos em metais preciosos, especialmente quando analisamos o seguinte gráfico:

11052018

Como podemos ver no gráfico acima, os maiores países ocidentais do mundo têm alguns dos maiores índices de dívida em relação ao PIB.

Isso inclui o Brasil…. Isso inclui a Argentina, e estamos vendo já no que isso dá…

O que está por vir desta vez é ainda pior do 2008. Mas, é claro, os investidores frustrados continuarão culpando analistas e negociantes de metais preciosos por não entenderem os problemas fundamentais da economia e do sistema financeiro…

A segunda razão mais importante para possuir ouro e prata é proteger a riqueza durante a próxima desintegração no valor da maioria das ações, títulos e imóveis. Possuir ouro e prata, por esse motivo, é ainda mais importante do que apenas seguro financeiro.

Mas isso é apenas parte do problema. A questão principal é ENERGIA. Enquanto a indústria americana de óleo de xisto está produzindo uma quantidade recorde de petróleo, isso tem defraudado os investidores em centenas de bilhões de dólares. Por outro lado, os conflitos no Oriente Médio prometem levar o preço do petróleo novamente para o alto… e as economias que não estiverem sólidas para enfrentar esse novo ciclo vão sofrer…

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

 

 

A demanda industrial de prata retomou em 2017; Segunda queda consecutiva das fontes das minas registrada

Relatório do World Silver Survey 2018

A demanda global de fabricação industrial de prata voltou a crescer em 2017, aumentando 4 por cento para 599,0 milhões de onças. ”

A demanda industrial por prata, impulsionada pelo crescimento fotovoltaico recorde, subiu em 2017 pela primeira vez desde 2013. Uma economia global mais forte levou a uma demanda saudável do mercado de semicondutores, resultando em maior uso da prata em aplicações elétricas e eletrônicas, bem como ligas de soldas. Os setores de joalheria e prataria também tiveram ganhos notáveis em 2017, de acordo com a Pesquisa Mundial de Prata de 2018 (World Silver Survey), divulgada pelo Instituto de Prata (Silver Institute) e produzida em seu nome pela Equipe GFMS da Thomson Reuters (GFMS).

Do lado da oferta, a oferta mundial de minas caiu pelo segundo ano consecutivo, após uma sequência ininterrupta de 13 aumentos anuais antes de 2016. A oferta de sucata de prata, que está em recuo desde 2012, registrou novamente uma queda. Esses fatores levaram a um aperto no equilíbrio entre oferta e demanda, contribuindo para um déficit físico de 26 milhões de onças (Moz) em 2017, o quinto déficit anual consecutivo.

050518b.jpg

A demanda global de fabricação industrial de prata voltou a crescer em 2017, aumentando 4% para 599,0 Moz. Este crescimento foi impulsionado por mais um ano de demanda fotovoltaica, aumentando 19% em 2017, o resultado de um aumento de 24% nas instalações globais de painéis solares. A fabricação de ligas de brasagem e prata de solda registrou um aumento anual de 4% para 57,5 Moz, impulsionado principalmente pelo crescimento sólido da China e do Japão.

O aumento na área eletrônica, mais notavelmente na demanda de fabricação de semicondutores, levou os segmentos elétricos e eletrônicos a mostrar o primeiro aumento anual de vendas nesta categoria desde 2010, com 242,9 Moz consumidos no ano passado. A demanda de prata pela produção de óxido de etileno caiu em um terço em relação a 2016, para 6,9 Moz, principalmente devido a um declínio de novas instalações. O GFMS estima que o uso de prata na fotografia, que caiu 3% no ano passado, parece ter se estabilizado, com interesse renovado em várias aplicações fotográficas utilizando prata, caindo apenas marginalmente nos últimos anos.

Dentre as demais notícias do último relatório do Silver Institute, destacamos:

  • Filmes semicondutores de prata podem conter grandes quantidades de dados como hologramas
  • Um futuro de baixo carbono precisará de prata
  • Nanopartículas de prata e extrato de árvore podem melhorar o solo, podendo significar plantas e lavouras mais saudáveis
  • Prata pode ajudar a produzir hidrogênio para combustível e eletricidade
  • Resultados da pesquisa mostram vendas sólidas de joias de prata nos EUA em
    2017
  • Prata ajuda a produzir produtos químicos de alto valor

 

050518a

 

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

ESPERANDO O SINAL DE COMPRA: O que está acontecendo com o investimento em prata

O mercado de prata está se preparando para um grande movimento, e muitos investidores estão esperando o sinal começar a comprar. Embora o preço da prata tenha subido recentemente, ainda não está claro se esse é o início de uma tendência de alta de longo prazo. A razão para o rápido aumento da prata deve-se, provavelmente, a um pequeno rally de curto prazo dos grandes especuladores negociando na Comex.

240418c

Pela primeira vez em muito tempo, os grandes especuladores estão curtos de liquidez em prata sólida. Por exemplo, os grandes especuladores estavam líquidos a longo prazo em mais de 100.000 contratos no ano passado, quando o preço da prata estava a US $ 18,50. No entanto, o último relatório mostrou que estão a descoberto nos contratos de prata de curto prazo em 17.000 contratos.

No entanto, é difícil saber se esse é o início de uma longa tendência de alta no preço da prata. Ela está chegando, mas não podemos dizer ainda se é agora. Saberemos que o preço da prata estará fazendo um grande movimento quando finalmente ficar acima de US $ 20, à medida que os mercados mais amplos colapsarem. Agora, muitos investidores de prata podem estar um pouco frustrados porque a expectativa de investimento e demanda caiu para um valor baixo no ano passado.

Em 2017, a demanda por prata declinou quando os investidores foram atraídos para as bolhas do mercado de ações e criptomoedas. De acordo com os dados divulgados pela Pesquisa Mundial da Prata de 2018, a demanda total global por barras e moedas de prata caiu de 207,8 milhões de onças (Moz) em 2016 para 151,1 Moz no ano passado. Como podemos ver no gráfico abaixo, a demanda mundial por barras e moedas de prata caiu 27% em comparação com 2% para os investimentos em ouro físico.

240418a

O World Gold Council informa que a demanda global por barras e moedas de ouro caiu para 30,8 Moz no ano passado, contra 31,6 Moz em 2016. No entanto, o declínio no investimento físico em ouro teria sido ainda mais substancial se não fosse por aumentos na China, Turquia e Oriente Médio para compensar reduções significativas nos Estados Unidos. A demanda por barras e moedas de ouro caiu 58% nos Estados Unidos no ano passado. E vimos a mesma tendência ocorrer no mercado de prata.

A maior parte do declínio na demanda de barras e moedas de prata ocorreu nos mercados dos EUA e do Canadá. Como mostra o gráfico abaixo, a demanda por barras e moedas de prata dos EUA e Canadá caiu 52%, de 105,5 Moz em 2016 para 50,8 Moz no ano passado. No entanto, o investimento em prata física global diminuiu apenas em 2 milhões de onças.

240418b

Embora a demanda de investimento em prata tenha diminuído significativamente no Ocidente, as importações de barras de prata pela Índia aumentaram 17% em 2017. Assim, a demanda por investimento em prata não caiu em todos os países ou regiões. No entanto, a maior parte do declínio no ocidente foi devido à queda de 36 Moz na demanda por barras e moedas de prata nos EUA (2018 World Silver Survey).

Segundo certas análises, a demanda por investimento em prata física e ouro declinou no ano passado em alguns países devido a três razões:

  1. A eleição de Trump como presidente dos EUA mudou a psicologia da comunidade que busca a mídia alternativa, na medida em que havia menos motivação para comprar metais preciosos, preparar bens de sobrevivência, armas de fogo e munição.
  2. O contínuo ricochete nos maiores mercados acionários e ações de tecnologia.
  3. O aumento maciço do Bitcoin e outras criptomoedas em 2017.

Infelizmente, 99% dos investidores continuam acumulando ativos altamente supervalorizados e altamente alavancados como nunca se viu na história. O valor de ações, títulos e imóveis está nos níveis mais altos de todos os tempos, enquanto a indústria de petróleo do mundo está sofrendo  grande pressão que poucos sabem.

A Indústria de Petróleo e Gás dos EUA é um esquema Ponzi de US $ 250 bilhões que faria Bernie Madoff ficar com ciúmes. Assim, o GRANDE MOVIMENTO da prata provavelmente ocorrerá quando os mercados mais amplos e o preço do petróleo entrarem em colapso em uníssono.

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

 

 

 

 

 

A natureza frágil das moedas: Por que ouro e prata são reservas de valor de alta qualidade

À medida que a economia global acelera em direção ao penhasco, muito poucos indivíduos entendem a natureza frágil das moedas. Hoje, usamos a velocidade relâmpago do sistema bancário digital para fazer nossas compras na loja ou on-line. Tornou-se aparentemente natural comprar mantimentos com a passagem de um cartão. Apenas uma pequena porcentagem das compras é feita em dinheiro… papel moeda.

No entanto, nosso sistema bancário digital de alta tecnologia baseia-se em um sistema altamente complexo que consome uma enorme quantidade de energia apenas para manter os negócios como de costume. Há essa noção de que a tecnologia crescerá exponencialmente e, ao mesmo tempo, facilitará nossa vida. Os comerciais de TV estão mostrando como as pessoas hoje têm mais poder na ponta dos dedos do que gerações inteiras no passado. Embora isso seja verdade, nós não estamos indo para um mundo de alta tecnologia onde os robôs fazem tudo por nós.

Infelizmente, devido a rápida queda do EROI (Retorno do Investimento em Energia ) e à termodinâmica do esgotamento de recursos, estamos caminhando para um futuro com muito menos tecnologia e muito mais trabalho humano. Parece insano dizer isso, mas é verdade. O trabalho humano e a agricultura humana têm um EROI muito mais alto do que qualquer tecnologia usada atualmente.

Uma das importantes razãoes da natureza frágil das moedas, especialmente as digitais, é sua durabilidade, notadamente pela vida útil curta dos servidores que fazem a sua mineração e operação.

150418a

A maioria dos especialistas concorda que os servidores de produção críticos devem durar cerca de cinco anos e devem ser substituídos ou, pelo menos, afastados de aplicações críticas ou ficarem totalmente fora da produção. Muitos optam por atualizar unidades ou fontes de alimentação na metade dos cinco anos, fazendo com que durem mais. Depois que a garantia acabar, não há como dizer quanto tempo ele vai durar e, nesse ponto, você precisa pagar para substituir qualquer coisa que falhe, mas não é necessário deixar que o tempo de inatividade seja outro custo.

Olhando para trás na história, podemos ver a progressão da tecnologia e como as coisas não duram mais tanto quanto costumavam. Há várias razões para isso, mas se considerarmos os medidores mecânicos encontrados em carros mais antigos, eles podem durar décadas e há alguns ainda trabalhando depois de 50 anos. No entanto, os novos medidores digitais começam a se desgastar após 5 a 10 anos. Medidores de alta tecnologia são bacanas, mas não são duráveis ou duradouros. Esta é a mesma situação com o nosso atual sistema bancário digital.

É também por isso que o ouro e a prata voltarão a ser reserva de valor de alta qualidade de novo nos holofotes no futuro, à medida que a tecnologia começar a falhar.

Investidores, sejam eles mainstream ou alternativos (dinheiro sadio e sólido) precisam entender sobre ENERGIA e a natureza frágil das moedas. Infelizmente, uma grande porcentagem não lê sobre energia porque eles simplesmente não têm tempo ou interesse. ESTE É UM ERRO SÉRIO. No entanto, a maioria dos principais analistas de metais preciosos também não entende nossa terrível situação de energia. Então, os cegos continuam liderando os cegos.

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

Fonte.