O que está acontecendo no mercado de prata?

O ouro está em destaque nos últimos meses com o caos econômico causado pela pandemia de coronavírus e pela resposta dos governos. Peter Schiff chamou o ouro de um investimento “acéfalo”, você não precisa pensar muito para investir nele. Mas vale a pena prestar atenção também à prata.

O Silver Institute lançou seu relatórioWorld Silver Survey 2020, apresentando uma visão geral detalhada do mercado de prata do ano passado e um olhar à frente à medida que avançamos no ano atual.

A demanda por prata aumentou em geral em 2019, impulsionada por um aumento significativo no investimento. Enquanto isso, a oferta caiu pelo quarto ano consecutivo.

A demanda geral aumentou 0,4%, apesar do impacto da guerra comercial na produção industrial. Mesmo com as interrupções da guerra comercial, a demanda industrial de prata mostrou-se resiliente, caindo apenas 0,1% no ano passado. Vários segmentos-chave da fabricação industrial de prata chegaram a se expandir. Por exemplo, o uso de prata na indústria solar cresceu 7% para o segundo maior nível anual.

A demanda dos investidores foi o maior impulsionador do mercado de prata. O investimento global em prata aumentou 12%, para 186,1 milhões de onças (Moz). Isso representou o maior crescimento anual desde 2015.

As posições líquidas dos gerentes de moeda nos contratos futuros da Comex passaram de curtas em grande parte de 2018 para consistentemente positivas no segundo semestre de 2019. As vendas de moedas de prata registraram um aumento de 13% ano a ano, chegando a 97,9 Moz. A demanda por barras de prata permaneceu sólida em 88,2 Moz.

A demanda por jóias de prata caiu cerca de 1% em 2019, principalmente devido à demanda fraca na Índia e na China.

Do lado da oferta, a produção global de minas caiu pelo quarto ano consecutivo em 1,3%, para 836,5 Moz. A produção de prata primária caiu 3,8% em 2019 para 240 Moz.

A pandemia de coronavírus e a conseqüente paralisação econômica global dificultam a projeção do mercado de prata para 2020.

Segundo o relatório, devido às dificuldades que a economia global enfrenta atualmente, as principais áreas de demanda de prata – incluindo fabricação industrial e venda de joias e talheres – provavelmente cairão este ano.

Espera-se que o suprimento de minas continue seu declínio, devido ao encerramento temporário das operações de mineração em vários países importantes da produção de prata no início de 2020.

Pelo lado positivo, prevê-se que o investimento físico em prata estenda seus ganhos este ano, com um aumento projetado de 16% para um máximo de cinco anos, à medida que os investidores saem de ações em busca de veículos para refúgio.

A Metals Focus pesquisou e produziu o World Silver Survey 2020. Prevê que a prata superará o ouro no final do ano.

Como já relatamos aqui, a proporção prata-ouro está em um spread historicamente alto. Na prática, isso sinaliza que a prata está extremamente subvalorizada em comparação ao ouro. No inverno passado, já alertávamos sobre o quão descontrolada era a proporção prata-ouro. Na época, a proporção havia aumentado para 93:1. Em outras palavras, foram necessárias 93 onças de prata para comprar uma onça de ouro.

Hoje, a proporção prata-ouro é de 113:1.

26042020b

Na sua essência, a prata é um metal monetário. Tende a acompanhar com ouro ao longo do tempo. E historicamente superou o ouro em um mercado em alta.

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

 

A ESCASSEZ DE OURO E PRATA VAI FICAR PIOR: a dívida maciça e a impressão de dinheiro estão apenas começando

Com o Federal Reserve nos EUA anunciando que começará a comprar Junk Bonds e Junk ETFs, juntamente com suas compras mensais de ativos de títulos do tesouro e títulos hipotecários dos EUA, e também o Tesouro a imprimir bilhões de dinheiro fiat no Brasil e vários países mundo afora, a demanda por ouro e prata só aumentará. Portanto, prepare-se para a escassez de produtos de metais preciosos disponíveis, pois o tempo de espera provavelmente aumentará de semanas para meses.

Por exemplo, a dívida pública do governo dos EUA aumentou em US$ 219 bilhões só nos primeiros três dias de abril. Como isso se compara ao valor do suprimento global de mina de ouro e prata por um mês?

18042020a

E isso é apenas o começo. Como mencionei no início, o Federal Reserve agora começará a comprar Junk Bonds e Junk ETFs para sustentar o mercado. É assim que a situação está ficando ruim.

E as minas que produzem prata continuam paradas… O México produz cerca de 28 milhões de onças de prata por mês. Além disso, o Peru não anunciou a reabertura de minas que foram encerradas em 15 de março. No site da Pan American Silver eles não forneceram uma atualização em suas quatro minas no Peru que foram fechadas em meados de março.

Na verdade, o Peru anunciou sua quarentena nacional em 15 de março, com as minas do país fechadas por mais de um mês, enquanto o estado de emergência está previsto para terminar em 26 de abril. Mas terminará aí?

Incluindo o estado de emergência do México emitido em 2 de abril até o final do mês, a produção total estimada de prata perdida nesses dois países pode ser de 28 milhões de onças (Moz). Isso representa 40% do suprimento global de minas. Mas, e se minas adicionais tiverem sido fechadas em outros países produtores, como a Austrália?

18042020b

Quebra estimada na produção de prata no Peru e México

Poderemos ver entre 100-150 Moz do suprimento global de minas de prata perdidos este ano. No entanto, se considerarmos os 28 Moz estimados de produção de prata perdidos no México e no Peru, isso equivaleria a 28.000 das barras de prata de 1.000 oz no atacado.

Com o aumento contínuo da demanda por barras de prata, empurrando a disponibilidade de produtos para meses, também foi afetado o mercado de barras de prata de 1.000 oz no atacado. Como a redução de 28.000 barras de prata de 1.000 oz no atacado afetará o mercado de varejo nos próximos meses? Boa pergunta.

Por fim, se o preço do petróleo continuar baixo, é possível que o preço dos papéis de prata caiam ainda mais. Um novo declínio no preço futuro da prata só exacerbará o mercado físico já apertado. Portanto, não espere encontrar muita prata a preços mais baixos no futuro.

Além disso, a oferta global de minas de prata está em contração, enquanto a demanda por barras de prata físicas disparou. Embora os produtos de prata para o varejo estejam com prazo de entrega de 4 semanas ou mais, é muito difícil obter as barras no atacado ou no varejo. Assim que elas chegam, logo são vendidas. Em 2008, quando ocorriam as mesmas carências de prata no varejo, os distribuidores ainda podiam adquirir barras de 1.000 oz e transformá-las em produtos menores. Hoje não mais…

Acredito que os investidores ainda não percebem o quão ruim a Economia Global e o Sistema Financeiro se deterioraram. Nas próximas 2 a 4 semanas, observe o aumento do número de fogos de artifício no mercado, forçando um número mais significativo de investidores a migrar para metais preciosos físicos. Infelizmente, isso apenas tornará a escassez e a disponibilidade mais extremas…

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

 

Fonte 1, Fonte 2

O mercado da prata hoje

Estamos vivendo uma crise financeira única em razão da COVID19, que se mostrará ainda pior que a crise de de 2017/2018. Como se comporta o mercado da prata física numa situação assim? Vale a pena investir em prata física? Veja alguns dados importantes nesse vídeo.

O COLAPSO GLOBAL DE FORNECIMENTO DE PRATA A CAMINHO: Suspensão de mineração no México atingirá o suprimento de prata

Como o Ministério da Saúde do México emitiu uma ordem executiva para a suspensão imediata de atividades não essenciais até 30 de abril, o setor de mineração no país agora parou abruptamente. O setor de mineração esperava uma isenção à Ordem Executiva, mas não recebeu uma. Portanto, as empresas estão agora suspendendo a produção e colocando suas minas em cuidados e manutenção.

De acordo com o artigo no site do Mining Journal, a suspensão da mineração no México atingiu o suprimento de prata:

De acordo com o decreto do governo, atividades não essenciais serão suspensas imediatamente até 30 de abril. Espera-se que a decisão tenha um impacto significativo no fornecimento de prata em um momento em que a demanda por moedas está em alta. O México é o maior produtor mundial de prata, com cerca de 23% da produção mundial e produziu mais de 200 milhões de onças em 2019, ante 196,6 milhões de onças em 2018.”

Com o México encerrando suas minas, incluindo o fechamento contínuo do setor de mineração do Peru anunciado em 15 de março, quase 40% da produção global de prata está offline. O governo do Peru declarou que a quarentena nacional duraria 15 dias. No entanto, já passamos por esse ponto e não há anúncio de retorno ao trabalho.

08042020a

Em 2018, o México e o Peru foram responsáveis por 342 milhões de onças de produção de prata. Se as minas no México e no Peru permanecerem paradas por um mês, isso reduzirá a produção de prata em 28 milhões de onças. Assim, todos os meses que o México e o Peru estiverem offline, reduziria o suprimento de minas de prata em 28 milhões de onças. No entanto, acredito que veremos mais países encerrando suas minas por um período prolongado, à medida que o contágio global continua a se espalhar.

No início de abril, a Newmont e a Pan American Silver Mint anunciaram o fechamento de minas no México. A Newmont agora está diminuindo a produção na enorme Penasquito Mine, que produziu 18 milhões de onças de prata em 2018.

Como podemos ver, o setor de mineração está sendo encerrado devido ao contágio global. Será interessante ver quando o governo do Peru vai anuncia uma política de retorno ao trabalho. Novamente, já se passaram mais de 15 dias desde que o Peru anunciou uma quarentena nacional, sem indicação ainda de retorno ao trabalho.

Com o México, o maior país produtor de prata do mundo atualmente em estado de bloqueio, o colapso do fornecimento global de minas de prata está em andamento. O fechamento das minas de prata em todo o mundo está ocorrendo quando os investidores estão comprando uma quantidade recorde de moedas e barras de prata física. Agora isso se tornou uma TEMPESTADE PERFEITA para o preço da prata daqui para frente.

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique cara demais!

Fonte.

Ninguém quer mais ‘prata’ de papel, e os grandes bancos não querem mais custodiar prata física

Como sempre se diz no campo dos metais preciosos, se você não tem na mão, não é verdadeiramente seu….

Recentemente, com o agravamento da crise da COVID19, vimos não só as ações nas bolsas de valores pelo mundo despencarem, mas também os derivativos, como contratos futuros de ouro e prata.

01042020a

A principal razão para isso foi a necessidade de liquidez por parte dos investidores, para fazer frente às enormes perdas em outros papéis, principalmente derivativos e contratos futuros. A liquidação foi tão violenta e implacável que houve uma necessidade imediata e esmagadora de liquidez. Os negociantes e investidores precisaram desesperadamente de dinheiro para atender chamadas de margem e compensar perdas em outros lugares.

Enquanto isso, a relação ouro / prata nos contratos de papel acaba de fazer história:

01042020c

A maior na relação ouro / prata (preço do ouro dividido pelo preço da prata) foi de 100,8 para 1, em 25 de fevereiro de 1991. Nunca, em 5.000 anos de história registrada, a prata ficou tão desvalorizada em relação ao ouro.

Por que a prata teve esse desempenho? Existem várias respostas para isso…

Primeiro, como muitos leitores provavelmente sabem, a prata é um mercado bem menor. Como apenas um exemplo, se 10% dos investidores institucionais dedicassem apenas 2% de seus ativos à prata, excederia 425% a prata física conhecida no mundo. É por isso que é mais volátil: não é preciso muito dinheiro entrando ou saindo para impactar seu preço.

O segundo fator é que os principais investidores analisam o alto uso industrial da prata (cerca de 55% e outro terço em jóias) e acreditam que a demanda cairá. Provavelmente acontecerá se entrarmos em recessão. O cobre e outros metais comuns também caíram.

Mas o que esses investidores ainda não estão vendo é que a prata também é um metal monetário. Eles verão quando as preocupações com as moedas dispararem.

Fonte

* – *

E aqui mais uma notícia interessante. Há 7 anos, o Banco ABN Amro anunciou aos seus clientes que estava encerrando seu negócio de 106 anos com metais físicos, e as reservas dos clientes estavam sendo transferidas para outra instituição, que agora se sabe, foi o banco suíço UBS.

Aquele também foi um momento, em 2013, em que as cotações de papel despencaram, e o prêmio para a compra do metal físico disparou, levando a suspeitas sobre a disponibilidade dos metais no mercado.

01042020b

Mas agora, os clientes do ABN Amro não conseguirão mais colocar as mãos em seus metais no UBS desde 27 de março. Essa foi a mensagem que receberam:

Os clientes devem começar a vender suas posições antes de 1º de abril de 2020. Caso não o fizerem, faremos a venda em seu benefício a preços de mercado.”

Com a escassez de metal físico no mundo neste momento, foi um negócio fantástico para o banco. Já para seus clientes

O banco justificou-se com o seguinte:

Como a entrega do metal físico não é mais possível, metais preciosos adquiridos junto ao ABN Amro não são considerados um ‘investimento direto’

Como é um produto complexo, o ABN Amro deve obedecer à regulamentações adicionais. As regras para o mercado financeiro europeu foram apertadas.”

ABN_Amro

Fonte

Alguma pista do porquê os pequenos poupadores nos EUA correram para a prata física em março, esgotando os estoques por lá, e também na Europa?

Temos alertado que esse tipo de coisa iria acontecer em breve… É só uma questão de tempo para os demais grandes bancos seguirem o caminho. E o metal físico escassear!

Como dizemos, se você não possui em suas mãos, não é verdadeiramente seu!

Proteja suas economias em prata física antes que ela fique cara demais!