Dívida: risco de Espanha dispara

Valor não era atingido desde a primeira semana de Janeiro. Para economista-chefe do Citigroup, Espanha nunca esteve tão perto da bancarrota

   O risco da dívida espanhola, que mede o diferencial entre as obrigações espanholas a 10 anos e as alemãs no mesmo prazo, rondava esta quinta-feira os 360 pontos base, um valor que não era atingido desde a primeira semana de Janeiro.

Uma hora e meia depois da abertura da sessão esta manhã, os juros das obrigações a 10 anos superavam os 5,5%, com um custo mais elevado face à alemã: mais 16 pontos base do que os 343 atingidos anteriormente.

Apesar de o resgate da Grécia ter sido concluído sem surpresas, Espanha e Portugal estão agora sob os holofotes dos investidores. O economista-chefe do Citigroupo mostrou-se ontem muito cético quanto à saúde financeira da Zona Euro, e assegurou que a Espanha nunca esteve tão perto da bancarrota. E mais: a Grécia vai precisar de um terceiro resgate este ano e Portugal e Irlanda necessitarão, muito provavelmente, de reestruturar a sua dívida.

Já esta manhã, a OCDE alertou contra as «falsas esperanças» quanto à superação da crise; para a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, Portugal e Espanha «podem ser as próximas vítimas» dos mercados.

Proteja-se do colapso financeiro mundial antes que seja tarde! Invista em moedas e barras de prata pura!

Fonte.

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s