O Deutsche Bank confirma manipulação do mercado de prata em ação legal, e concorda em expor outros bancos!

Em julho de 2014, houve uma tentativa judicial de se obter a confirmação da manipulação pelos banco na indústria de metais preciosos, um grupo de bancos incluindo Deutsche Bank, Bank of Nova Scotia e HSBC (mais tarde o UBS também foi adicionado aos réus), que foram acusados de manipulação de preços no mercado de vários bilhões de dólares.

Muitos esperavam que este caso nunca iria a qualquer lugar e que os bancos réu teriam proteção indefinidamente: pois os seus orçamentos legais eram muito maiores do que os dos demandantes.

É por isso que nós fomos surpreendidos lendo que não só essa ação contra a manipulação dos metais preciosos não foi se arrastando, mas que o réu principal, o problemático banco alemão Deutsche Bank concordou em resolver o litígio sobre as alegações de que ilegalmente conspiraram com o Bank of Nova Scotia e o HSBC Holdings Plc para fixar os preços de prata à custa dos investidores, informou a Reuters citando uma ação judicial pela empresa de advocacia Lowey.  

Os termos não foram divulgados, mas o acordo vai incluir um pagamento monetário pelo banco alemão.

Não é preciso dizer, que não teria havido nem uma solução nem um pagamento se os bancos não tivessem feito nada de errado

Segundo a Reuters, o Deutsche Bank assinou um termo de acordo vinculativo, e está negociando um acordo formal de liquidação a ser submetido à aprovação nos EUA pela juiz distrital Valerie Caproni, que supervisiona o litígio. Um porta-voz do Deutsche Bank não quis comentar. Os advogados dos investidores não responderam imediatamente aos pedidos para comentar.

Como mencionado acima, os investidores acusaram Deutsche Bank, HSBC e ScotiaBank de abusar de seu poder como três dos maiores bancos de ouro e prata do mundo de ditar o preço da prata por meio de um reunião secreta, uma vez por dia, conhecida como o Fix da prata.

Nada disto virá como uma grande surpresa para os leitores, a maioria dos quais têm sido conscientes de que isto acontece há anos.

Mas espere, há mais!

Em uma reviavolta curiosa, a carta de liquidação revela um desenvolvimento impressionante, ou seja, que os antigos membros do cartel de manipulação se voltaram um contra os outros. A saber:

Além da contrapartida monetária, Deutsche Bank também concordou em prestar cooperação à parte demandante, incluindo a produção de mensagens instantâneas e outras comunicações eletrônicas, como parte do acordo. Na opinião do autor da ação, a cooperação a ser fornecida pelo Deutsche Bank irá ajudar substancialmente os requerentes na perseguição dos seus créditos com os réus.”

Uma vez que este é apenas um dos muitos processos movidos nos últimos dois anos no tribunal federal de Manhattan em que os investidores acusam os bancos de conspirar para manipular as taxas ou preços nos mercados financeiros e de commodities, esperamos que agora que DB cooperou, que muito mais informações curiosas sobre o aparelhamento  dos metais preciosos vão surgir, e irá confirmar o que os “bugs” tinha dito o tempo todo: que o mercado de metais preciosos é manipulado o tempo todo.

Será que essa manipulação, que está sendo trazida à luz, vai conseguir durar ainda muito tempo?

 

Proteja suas economias com prata física antes que ela fique cara demais…

 

Fonte.

 

 

 

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s