Porquê você deve investir em metais agora

Investidor bilionário: “Você tem que estar nesses metais preciosos”

Mark Mobius You've Got to be in These Precious Metals
Mark Mobius, fundador da Mobius Capital Partners.

Em um momento em que o ouro está enfrentando pressão de baixa das taxas de juros elevadas, um investidor veterano não está particularmente preocupado com as perspectivas do setor e acredita que os investidores devem olhar para cada um dos quatro metais preciosos. Mark Mobius, presidente executivo do Templeton Emerging Markets Group e fundador da Mobius Capital Partners, observou que a importância dos rendimentos crescentes dos títulos do Tesouro dos governos está sendo superestimada pelos participantes do mercado.

Como Mobius explicou, um rendimento abaixo de 2% em títulos do Tesouro de 10 anos provavelmente não atrairá muitos investidores, especialmente no atual clima de erosão da fé nos bancos centrais e nas moedas que eles emitem. O investidor bilionário vê a exposição aos metais como uma necessidade, afirmando que eles representam uma forma alternativa e mais segura de moeda.

Enquanto Mobius dá grande ênfase ao ouro, ele também aponta a prata, a platina e o paládio como fontes de diversificação e ganhos. O ouro pode ter visto pouca ação nas últimas semanas devido às taxas de juros mais altas, mas os analistas acreditam que o Federal Reserve não aumentará novamente nos próximos dois anos. Muito foi dito sobre as perspectivas de alta da prata devido à demanda de investimento e fabricação, mas a platina e o paládio também estão emitindo alguns sinais verdes.

A platina, que tem lutado para se destacar nos últimos tempos, também pode se beneficiar de uma recuperação da fabricação de maneira semelhante à da prata. O recente anúncio da gigante mineradora russa Nornickel de que a produção de platina deve cair 710.000 onças pode ter um papel importante nisso.

Como as restrições de mineração de ouro e prata afetam o preço

Como o impacto da produção das minas sobre os preços do ouro e da prata não é tão fácil de avaliar quanto o impacto da flexibilização quantitativa ou movimentos das taxas de juros, a produtividade da mineração continua sendo um dos fatores mais negligenciados quando se trata dos direcionadores de preço dos metais. No entanto, a oferta e a demanda sempre foram fundamentais, e há bons argumentos para acreditar que as mudanças na produção das minas desempenharam um papel significativo nos movimentos de preços nas últimas décadas.

A maioria dos investidores sabe que a explosão do preço do ouro entre 1970 e 1980 estava ligada à abolição do padrão ouro e à estagflação resultante, mas é menos conhecido que o suprimento de minas de ouro e prata também diminuiu durante este período. Quando o ouro e a prata começaram a declinar até 1998, a produção de ouro quase dobrou durante o período.

Cenários semelhantes se desenrolaram nas décadas subsequentes. Muitos são rápidos em atribuir o recorde histórico anterior do ouro de 2011 ao cenário econômico, mas é importante notar que a oferta de mineração começou a cair em 1998 e atingiu o nível mínimo em 2009. Durante este período, os preços do ouro aumentaram 650%.

Entre 2009 e 2016, os preços do ouro e da prata caíram 45% e 72%, respectivamente, com a recuperação da produção. Desde 2016, a oferta tem caído de forma constante, enquanto os preços do ouro e da prata aumentaram. Essa correlação é melhor exemplificada pelas paralisações de mineração relacionadas à pandemia do ano passado e uma postagem subsequente de um novo recorde histórico. Embora nada disso mostre uma correlação direta, dado que havia outros fatores em jogo, 2017 e 2018 parecem fornecer evidências de que ouro e prata são de fato altamente sensíveis à produção das minas. (fonte)

A impressão maciça de dinheiro do governo dos EUA tem motivado investidores a comprar um recorde Eagles de ouro e prata

Durante os primeiros três meses do ano, as vendas de Gold e Silver Eagles atingiram novos máximos à medida que os investidores, preocupados com o enorme estímulo e aumento da dívida do governo dos EUA, compraram números recordes de moedas oficiais. As vendas de Silver Eagles ultrapassaram os números do ano passado para o mesmo período, e ainda faltam duas semanas para o fim do mês a computar.

Quando a pandemia atingiu o ano passado, os investidores acabaram com a maioria dos estoques de barras de prata dos revendedores. No entanto, mesmo com a melhoria da economia e da situação de pandemia global, a demanda pelas Eagles de Ouro e Prata dos EUA permanece excepcionalmente forte. Quão forte? As vendas da US Mint Gold Eagle de 18 de janeiro a 18 de março de 2021 são quase iguais ao total de 2018 e 2019 combinados.

Além disso, durante a pandemia do ano passado, a Casa da Moeda dos EUA vendeu apenas 218.500 onças de Gold Eagles em comparação com 391.000 onças até agora neste ano. Claro, a Casa da Moeda dos EUA começou a encerrar as operações no final de março, mas como podemos ver, a demanda por Gold Eagles é bastante forte.

As vendas de Silver Eagles já ultrapassaram os números do ano passado nos primeiros três meses em 11,268 milhões.

Vendas de Silver Eagles nos primeiros trimestres, desde 2017 até 23 de março de 2021. (fonte)

Com o enorme estímulo do governo dos EUA para evitar que a economia desabe, acredito que podemos ver uma TEMPESTADE PERFEITA para o mercado de prata neste ano ou no próximo. Podemos ver o preço da prata agir como o paládio, mas com esteroides. (fonte)

Devemos lembrar que a ENERGIA é o principal motor da ECONOMIA, não as finanças. À medida que o mundo se dirige para o PENHASCO DE ENERGIA, grande parte da riqueza de ações, títulos e imóveis começará a evaporar. Os metais preciosos, especialmente a prata, serão algumas das melhores RESERVAS DE VALOR para se ter durante esta época.

Não estamos esperando ou queremos outro GAMESTOP para o mercado de prata. Em vez disso, vemos mais pessoas do mundo acordando para possuir os metais como uma proteção contra o colapso no valor da maioria das ações, títulos e imóveis. (fonte)

As exportações de prata da Índia explodem: Preenchendo a demanda insaciável de metal físico no Ocidente

A evidência de que o SilverSqueeze no mercado de prata está se tornando global pode ser vista pela explosão das exportações indianas de prata. Isso é uma grande surpresa porque a Índia é conhecida por suas importações maciças de prata, não por suas exportações. Bem, tudo isso parece estar mudando à medida que os investidores continuam a adquirir barras de prata de onde puderem.

De acordo com os dados da GoldChartsRus.com, as exportações de prata indiana “dispararam” de 1,1 toneladas métricas (mt) em novembro de 2020 para impressionantes 175 mt em dezembro. As exportações médias de prata da Índia são de aproximadamente 2-3 toneladas por mês. Então, por que a Índia exportou 175 toneladas em dezembro?

No entanto, essa prata não chegou aos Estados Unidos em dezembro. É bem provável que essa prata indiana tenha sido exportada para o Reino Unido, mas isso é apenas especulação.

Então, por que os Estados Unidos estavam importando prata de 19 países em dezembro, quando as exportações da Índia atingiram um recorde de dez anos no mesmo mês? Quem está adquirindo toda essa prata? Não sabemos todos os detalhes, mas parece que o SilverSqueeze continua a causar estragos no mercado global de atacado de prata.

Não apenas as exportações de prata da Índia em dezembro atingiram um recorde, mas também continuaram a ser bastante elevadas em janeiro, quando o país exportou mais 87,6 mt.

O que também é bastante interessante sobre esse novo desenvolvimento é que, embora a Índia esteja exportando uma quantidade recorde de prata, suas importações praticamente entraram em colapso. Os novos dados mostram que as importações de prata da Índia em janeiro foram patéticas, de 11,3 mt. As importações totais de prata indiana de setembro de 2020 a janeiro de 2021 foram de 59 toneladas, ou um terço do total de julho (168 toneladas).

Esta não é a primeira vez que as importações de prata da Índia caíram tão baixo, mas não durou muito. Tudo o que podemos dizer é que, quando os investidores indianos começarem a exigir prata novamente, isso será outro fator importante neste Paradigma SilverSqueeze em andamento. (fonte)

ÍNDIA: O que acontece quando o gigante prateado adormecido despertar?

Desde que o preço da prata disparou no ano passado, o gigante prateado da Índia não foi mais visto. Normalmente, a Índia importa mais prata do que qualquer outro país no mundo. Há apenas cinco anos, a Índia importou quase um terço do suprimento total das minas de prata do mundo, contra apenas 8% em 2020. O que acontece quando o Gigante Adormecido despertar?

A maioria das compras em barras de prata ou investimentos são feitas por indianos rurais. Devido aos problemas econômicos do país e ao alto preço da prata, os indianos reduziram significativamente suas compras de metal. No entanto, o FMI prevê uma grande recuperação para a economia indiana em 2021. Então, o que acontecerá quando o gigante prateado indiano adormecido finalmente despertar? Os investidores indianos terão que competir com a alta demanda física e de fundos de papel (ETFs) no Ocidente.

Esta será a TEMPESTADE DE PRATA PERFEITA conforme mais investidores acordam para a história da Prata. Devemos entender que esta campanha SILVER SHORTSQUEEZE é um fator contínuo que levará anos para ter um impacto substancial no preço da prata. Claro, isso sempre pode acontecer mais cedo, mas o fundamento da prata fica mais forte a cada ano. (fonte)

Proteja suas economias em prata física, antes que ela fique ainda mais escassa!

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s