Estariam a Rússia e a China prestes a anunciar o fim da Era do Dólar Norteamericano?

Países de todo o mundo estão reunidos para um fim que lhe diz muito respeito, mesmo que você não seja norte-americano: o desuso do dólar dos EUA.

Desde a eclosão da crise da Ucrânia, o fim do dólar dos EUA parece mais perto do que nunca. Passo a passo, Rússia e China se tornaram aliados mais próximos. Existem inúmeros exemplos disso. Para o bem da brevidade, dois exemplos recentes chamam a atenção. A Gazprom emitiu obrigações em Yuan chinês e a Rússia e a China também assinaram um acordo de gás. Há muitos mais exemplos. 40 bancos centrais mesmo colocado apostas sobre o yuan como moeda de reserva no futuro.

Antes de 2014, estórias de colapso do dólar parecia ser teorias da conspiração, e como geopolítica, refletem apenas vagamente essa realidade aparente. Este ano, tudo mudou. Parece que Estados-nações de todo o mundo estão fazendo movimentos para um mundo pós-Dólar dos EUA. Não é uma questão de “se“, mas “quando“, e se você não entender o que está para vir você vai estar em choque … e admiração.

Uma vez que a Rússia, juntamente com vários aliados, fizer o movimento fatal, você pode ter certeza que muitas nações seguirão. Elas já estão tentando fazê-lo. Por quê? Porque os EUA é a força mais destrutiva do planeta, e o calcanhar de Aquiles é o seu “privilégio exorbitante “, conhecido como o dólar dos EUA pela maioria, e o Federal Reserve Note por aqueles “sabem “.

Isso vai significar hiperinflação, caos social, guerra civil, entre outros distúrbios. Acha que isso é uma hipérbole ? Não é. Para saber que tudo o que precisa fazer basta olhar para a história das repúblicas socialistas das bananas … e então imaginar algo muito, muito pior. Por que muito pior ? Porque nenhuma dessas repúblicas de bananas foram emissores de moeda de reserva do mundo.

E assim grandes estados-nação estão se unindo para ir além do sistema do dólar. Um mundo ” de- dolarizado “, como é chamado na Rússia, vai mudar a vida de milhões de americanos, e a sua também.

Ascensão da Rússia e China

De acordo com a Voz da Rússia, o Ministério das Finanças russo está olhando para aumentar significativamente o papel do rublo russo em operações de exportação, reduzindo a parcela de operações denominadas em dólares. O setor bancário russo, acreditam muitos, está “pronto para lidar com o aumento do número de operações denominadas em rublo”.

A mesma agência de notícias informou que em 24 de abril o governo organizou uma reunião especial dedicada a encontrar uma solução para se livrar do dólar dos EUA em operações de exportação da Rússia. Especialistas de alto nível dos bancos, governo e setor de energia vieram juntas, e uma série de propostas foram apresentadas como resposta para as sanções norte-americanas contra a Rússia.

Esta “reunião de- dolarização” foi presidida pelo Primeiro Vice-Primeiro- Ministro da Federação da Rússia, Igor Shuvalov, demonstrando o quão sério Moscou é quando se trata de ir além do dólar.

A próxima reunião, presidida pelo vice- ministro das Finanças, Alexey Moiseev, analisou como “a quantidade de contratos denominados em rublo será aumentada”. De acordo com Moiseev, nenhum dos especialistas e representantes dos bancos pesquisados ​​encontrou problemas com o plano do governo para aumentar a parcela de pagamentos em rublo.

O dólar, é claro, está em uma queda livre alongada, é claro, desde a criação do FED e da lei do imposto de renda, em 1913.

1-purchasing-power-of-the-us-dollar-1913-to-2013_517962b78ea3c_w1500

Mas o que resta pouco parece estar por um fio .

A Rússia não está sozinha

Rússia não seria tão ousada se não tivesse apoio. Outras nações querem se envolver em uma de- dolarização do mundo. Tanto a China quanto o Irã, por exemplo, tem manifestado seu interesse em avançar com um plano desse tipo. Muitos outros líderes manifestaram esse interesse.

Vladimir Putin está programado para visitar Pequim no dia 20 de maio e a especulação sugere que os contratos de gás e petróleo serão assinados entre a Rússia e a China e denominados em rublos e yuan, não em dólares.

Em apenas uma semana, poderemos estar vivendo em um mundo muito diferente.

O Ocidente está fora de controle, com russofobos no controle da política externa dos EUA. Isso significa que os EUA vão antagonizar a Rússia e outras nações. Isso só vai acelerar o abandono do dólar dos EUA pela Rússia, a China e o resto do mundo.

O mundo vai criar uma infra-estrutura econômica e financeira de simplesmente ignorar os Estados Unidos inteiramente. O que podem os EUA fazer sobre isso? Bombardear mais países. Mas eu não estou tão certo de que é perfeitamente possível para os EUA como se fosse apenas uma década atrás. A humanidade acordou e já uma guerra (Síria) foi parada por ultraje público. Haverá mais tais guerras paradas por oposição popular.

A posição comprometida dos EUA significa uma coisa: a China e a Rússia vão fazer os seus movimentos, jogando xadrez, enquanto Obama joga damas.

A China pediu uma nova moeda de reserva em 2013.

Japão e Índia assinaram uma negociação vinculando suas moedas em 2011.

Árabes do Golfo estão planejando – ao lado de China, Rússia, Japão e França – acabar com negócios em dólar para o petróleo, usando uma cesta de moedas, incluindo o iene japonês e o yuan chinês, o euro, ouro e uma nova moeda unificada planejada para as nações do Conselho de Cooperação do Golfo, incluindo Arábia Saudita, Abu Dhabi , Kuwait e Qatar.

O FIM DO SISTEMA MONETÁRIO como o conhecemos 

Estamos à beira de uma mudança de paradigma enorme no sistema monetário mundial e quase ninguém tem consciência disso. Empresários nos EUA estão fazendo planos e gastam o capital como se estivéssemos em uma recuperação. Os americanos continuam a gastar dinheiro e a garudar pouco com as mesmas expectativas. E os investidores continuam a investir como se estivesse tudo perfeitamente bem. Eles têm dificuldade em conceituar a verdade sobre a economia dos EUA, que o país está tão atolado em dívidas, além do que seria possível. Os EUA estão em tanta dívida que os números são chocantes.

1-image006

Trilhões de dólares em capital serão perdidos devido a isso e vai ocorrer no mundo ocidental em algo que pode ser escrito por séculos como um dos períodos mais sombrios da história da humanidade e rotulado como a Grande Depressão.

Aqueles que estão conscientes, no entanto, e que protegeram seus ativos e têm a grande maioria deles em ativos tangíveis, como os metais preciosos, fora do sistema financeiro, tem a melhor chance de sobreviver as mudanças que virão.

Nunca antes foi mais importante desligar sua televisão, fazer sua própria investigação e assumir o controle de seus assuntos financeiros.

Muita coisa vai acontecer e, é claro, nós estamos aqui para lhe antecipar o colapso, e ajudá-lo a proteger suas economias.

Invista em prata física antes que ela fique cara demais!

 

Fonte.

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s